Arquivo mensais:outubro 2010

Parto do Pedro: O primeiro filho, primeiro parto, primeiro tudo

Por: Mayra A.

Sempre ouvi dizer que o filho do meio era o sanduíche. E acho que, somente agora, estou começando a entender isso…

A Julia é a segunda da prole que se encaminha para a terceira cria: minha única menina e paixão. Mas, quando penso em mudanças ou fatos marcantes, só consigo lembrar do Pedro, o primeiro. Hoje falo bastante do terceiro, pois é a bola da vez! Julia, desculpe, amor, mas vou continuar contando do primeiro. Afinal, quando você nasceu, a mamãe estava mais ocupada… (rs)

Segue o que escrevi pro Pedro, no álbum de maternidade, na época em que ele nasceu:

Oi Pedro,

Eu e o papai queríamos dizer que você, mesmo antes de nascer, já era muito querido por nós!

Quando a gente decidiu que queria engravidar, já estávamos todos os dias ansiosos te esperando. No dia em que descobri que estava grávida, as 4 da manhã depois do teste do xixi, a primeira coisa que fiz foi acordar o papai e o tio Amaury, que estava aqui em Nova Iorque.

Na verdade, essa não foi a primeira coisa que fiz. Primeiro, antes de acordar o papai, eu fiquei me olhando no espelho, com a boca aberta e falando pra mim mesma: Não acredito! Não acredito!

A mamãe estava muito feliz e também em estado de choque. Já o papai também ficou muito feliz, mas só caiu a ficha mesmo quando você nasceu.

A minha gravidez foi o máximo. Não tive nenhum contratempo nem mal estar. Embora redonda e gigantesca, eu estava me achando cada vez mais linda.

Fiquei bem grandona e inchada, mas sempre me diziam que tinha aumentado só a barriga… Acho que queriam me agradar. Afinal, engordei 17 quilos.

Eu e o papai curtimos MUITO a gravidez. A gente leu todos os livros possíveis, tirou várias fotos, fizemos cursos de pequenos socorros e outros para aprender a cuidar de você.

A gente tentou se preparar o máximo possível!

As duas últimas semanas da gravidez não passavam nunca! O papai já não conseguia dormir à noite.

A vovó Majô e o vovô Carlinhos chegaram aqui faltando duas semanas para a data prevista. Foi um alívio. Estávamos ansiosos e aflitos, pensando que nossos pais não iriam chegar a tempo. A vovó Naná e o vovô Rey chegaram uma semana depois. O papai já estava desesperado achando que eles iam perder o parto. (Que medo que eu tinha de ter que me virar sozinha!)

No dia 10 de outubro de 2004, a mamãe estava passeando no parque e começou a ter contrações de cinco em cinco minutos. Fomos pro hospital super animados mas não era ainda hora. Neste mesmo dia, à noite, fomos de novo para hospital para que o parto fosse induzido. Afinal. já tinha passado da data, o colo do útero estava fechado e você NÃO QUERIA SAIR!

A mamãe e o papai dormiram no hospital. Às 7 horas da manhã, a Dra. Chen veio furar a bolsa e o papai nem acordou! Ele estava com sono atrasado de uma semana em estado de ansiedade. A vovó Majô veio assistir o parto e o papai continuava roncando.

Às 9 horas eu já estava anestesiada, depois de quatro tentativas frustadas (com picadas nas costas, sem sucesso!), pois o Mount Sinai é um hospital-escola e eles estavam treinando em mim. Não doeram as contrações, graças à anestesia. Tomei ocitocina na veia.

Às 11 horas eu estava com quatro dedos. Às 12, com 10. Das 12 às 12h20 eu empurrei você pra fora! Nunca vi seu pai tão feliz e emocionado. Ele gritava “Força Má! Falta pouco!”

Eu amei a sensação de empurrar e fazer você nascer! Eu e seu pai choramos que nem bebês por vários minutos.

A hora que você nasceu foi com certeza o momento mais emocionante e incrível das nossas vidas.

A gente não podia acreditar. Você era maravilhoso e perfeito. Eu nunca vi um recém-nascido tão lindo! O mais incrível é que você estava lá nos nossos braços e era NOSSO! Você finalmente tinha chegado!

Bem vindo Pedro!”

7 Comentários para “O primeiro filho: primeiro parto, primeiro tudo”

  1. Roberta disse:

outubro 29, 2010 às 6:19 pm  (Editar)

Lindo,lindo,sempre me pego lembrando deste detalhes,ficão marcados p/ sempre!! bjs!!

  1. Tweets that mention BEBE.COM.BR Mãe de três » Blog Archive » O primeiro filho: primeiro parto, primeiro tudo — Topsy.com disse:

outubro 29, 2010 às 7:37 pm  (Editar)

[…] This post was mentioned on Twitter by Dedo de Moça , Site do bebê. Site do bebê said: Mayra conta como foi o parto de Pedro, o primeiro filho http://abr.io/7A3 […]

  1. Kátia Bizan disse:

outubro 30, 2010 às 11:20 pm  (Editar)

Oi Mayra!!!

Realmente é emocionante o primeiro filho, mas faz uma declaração dessa para a Julia também…

E quando o Francisco nascer faz uma para ele também!!! É uma bela recordação e rica em detalhes que podemos não nos lembrar mais tarde ou no dia em que formos embora eles ficarão com essa recordação né?

Eu faço cadernos para os meus três além de um caderno que é meu e do meu marido para guardarmos as nossas lembranças, declarações e desenhos declarações que recebemos dos pequenos e acontecimentos especiais… Quando pego para colocar em dia as crianças pegam os cadernos deles e AMAM AMAM e AMAM!!! É muito legal!!!!

Bjus!!

  1. mayra disse:

outubro 31, 2010 às 6:52 pm  (Editar)

Katia, eu fiz um pra Julia também! Rsrsrs não tão comprido…. Mas fiz!
Com certeza eles amam essas recordações!
Beijo

  1. mayra disse:

outubro 31, 2010 às 6:53 pm  (Editar)

Pois é Roberta… Pra outras coisas existe MasterCard! Beijo

  1. Mariangela disse:

novembro 4, 2010 às 10:42 am  (Editar)

Oi Mayra, sou mãe de dois meninos – Lucas e João, e a emoção do parto é mesmo linda, grandiosa, sublime. Lembro muito bem o dia que cada um nasceu, e acho que mãe é tudo igual, a gente fica tão boba. Parabéns pelo seus tres filhos, que o Francisco venha com muita saude e logo escreva pra gente o nascimento da Julia… beijos,

  1. mayra disse:

novembro 6, 2010 às 8:52 pm  (Editar)

Obrigada Mariangela, vou escrever sobre a Julia sim. beijo,


Comentários :2

Comente

O que fazer para seu filho comer bem – parte 2

Por: Mayra A.

Hoje a Fernanda Surian, que trabalha comigo, trouxe pros meus filhos (de 6 e 4 anos) um DVD de receitas para crianças. É um desenho bem fofinho chamado Telmo e Tula – Os pequenos cozinheiros. Os dois não piscaram!

O mais velho tentou anotar as receitas e eu achei uma graça.

Acho que essa é uma ótima maneira de fazer com que eles experimentem: envolvendo-os no processo! Agora estou indo com eles fazer um suco de maçã – “da fruta, mãe! Vamos agora, vai, igual ao Telmo e a Tula!”

Bom apetite aos nossos pequenos cozinheiros!

 

  1. Tweets that mention BEBE.COM.BR Mãe de três » Blog Archive » Inspirando crianças a comer direitinho – parte 2 — Topsy.com disse:

outubro 26, 2010 às 6:09 pm  (Editar)

[…] This post was mentioned on Twitter by Dedo de Moça , Site do bebê. Site do bebê said: [BLOG] Mayra dá dicas para inspirar crianças a comer direitinho http://abr.io/6lL […]

  1. kelly e Yago disse:

outubro 26, 2010 às 6:22 pm  (Editar)

Eu já consigo dar a comida direitinho aos meus filhos….para o pequeno Yago de 1 ano e 10 meses sou um garfo e ele como tudo que gosta….frango, carne, tomate. batata. ovo, cenoura, pepino,vagem (adoora) beterraba…agora o arroz e o feijão eu vou colocando na boca dele e ele nem percebe…..kkkkkkkk
tenho ele comendo bem visita lá http://www.youtube.com/watch?v=Hfn05hb0-TI ou entre no meu blog….www.kellycristina.bebeblog.com.br

  1. Tatiane Holiver disse:

outubro 26, 2010 às 9:01 pm  (Editar)

Olá Mayra

Eu acho ótimo este processo de aprendizagem na alimentação das crianças pq hoje em dia o mundo nos ensina a comer guloseimas e só coisas que engordam e fazem mal.
Eu acho muito bacana uma criança comer salada e frutas.
Beijos…

  1. Roberta disse:

outubro 27, 2010 às 1:16 pm  (Editar)

Interessante!!! Adorei!!
Bom apetite!!
bjss

  1. mayra disse:

outubro 27, 2010 às 11:49 pm  (Editar)

Que legal Kelly, depois vou olhar com calma… agora já estou com um soninho de grávida e acho que vou dormir!
beijo,

  1. mayra disse:

outubro 27, 2010 às 11:51 pm  (Editar)

Pois é Tatiane, temos uma responsabilidade enorme! beijo,

  1. mayra disse:

outubro 29, 2010 às 4:13 pm  (Editar)

Oi Tatiane, que bom que gostou! Temos que ensinar os pequenos tudo, inclusive bons hábitos alimentares, não é? beijo,

  1. BEBE.COM.BR Mãe de três » Blog Archive » O que eles aprendem vendo… disse:

junho 1, 2011 às 1:19 pm  (Editar)

[…] como fazer para as crianças comerem. Já escrevi alguns posts sobre isso (vejam nos os links: 1, 2, 3, […]


Comentários :

Comente

Brincando de boneca?

Por: Mayra A.

Taí uma coisa que nunca fiz: Sempre gostei de bola, de subir nos brinquedos do clube e de praia. Lembro de, numa certa fase, ter brincado com pôneis, mas com bonecas não me lembro mesmo!

Mesmo adolescente e, depois, adulta me lembro que nunca me interessei por nada que não ultrapassasse a altura da minha cintura: Incluem-se nessa categoria os bichos de estimação e as crianças. A primeira criança que eu realmente olhei (fofa!) foi a minha sobrinha Victoria, que hoje tem 7 anos e, mesmo assim, eu não quis pegar no colo. Muito obrigada!

Quando digo que eu sempre quis ter quatro filhos, imaginava como seria legal ter vários irmãos, ter uma família grande, uma casa cheia… Adoro movimento e bagunça! Não imaginava exatamente quatro bebezinhos… (rs).

Quando o Pedro nasceu, lembro da cara de desespero da minha mãe na maternidade quando o peguei no colo pela primeira vez. Claro que eu não segurei o pescocinho. Afinal,, como eu poderia saber? No curso de bebês que fiz em Nova York, onde ele nasceu, aprendi as mais complicadas manobras para ressuscitar um bebê engasgado, mas ninguém me falou nada sobre o pescocinho. E este é só um exemplo de mil situações que acontecem com as mães de primeira viagem, mesmo que tenham brincado de boneca a vida toda!

Durante a gravidez do meu primeiro filho lí tudo que encontrei sobre o tema, mas confesso que não aprendi quase nada nos livros, e sim na prática. Ah, e escutei bastante o pediatra. Peço desculpa aos super bem intencionados conselhos dos familiares, amigos e vizinhos, mas as dicas são sempre tão contraditórias e, neste primeiro momento, é melhor escolher uma pessoa só para ouvir… e o médico do bebê foi o meu escolhido.

Acredito que o mais importante é manter a calma, respirar fundo e seguir nossos instintos Todos os mamíferos aprendem com seus filhotes, certo? O meu instinto maternal surgiu quando vi pela primeira vez a carinha linda do meu bebê… E tudo que eu tinha vivido até então ficou pequeno, pequenininho!

 

22 Comentários para “Brincando de boneca?”

  1. Roberta disse:

outubro 22, 2010 às 2:57 pm  (Editar)

é sim,ja nasce com a gente!!!
bjss

  1. Tweets that mention BEBE.COM.BR Mãe de três » Blog Archive » Brincando de boneca? — Topsy.com disse:

outubro 24, 2010 às 12:36 pm  (Editar)

[…] This post was mentioned on Twitter by potencial gestante, Site do bebê. Site do bebê said: Mayra conta o que sabem as mães de primeira viagem e como aprendeu a cuidar do primeiro filho http://abr.io/6Sn […]

  1. Vivian disse:

outubro 24, 2010 às 5:28 pm  (Editar)

Li seus posts e fiquei emocionada! Tenho uma filha de 1 ano e meio, e nos momentos de nervoso sempre digo ao meu marido: me lembre disso se um dia eu quiser mais filhos!rs. A Mariana foi o que eu mais quis na vida, mas sou obrigada a dizer que a maternidade não foi bem como eu pensava. Como é difícil e cansativo ser mãe! Sou do tipo de pessoa medótica, perfeiccionista, e que gosta de tudo no lugar. Tive de mudar tudo em casa pois era perigoso para ela. Também deixei meu trabalho. Não consigo nem me imaginar grávida de novo. Admiro muito mulheres como você que trabalham e tem TRÊS FILHOS! Quem sabe um dia eu não mude de idéia também? mas acho dificil. Bjos

  1. VAnessa disse:

outubro 24, 2010 às 5:33 pm  (Editar)

Ola Mayra tdo bem?

Adorei seu blog que vc continue nos passando como esta sendo a gravidez pois sem duvida servira de inspiração para todas nós!
Sou filha unica e dai sempre tive o sonho de ter varios filhos! Tenho o Gabriel de 3 anos e 4 meses e o Matheus de 11 meses!Ainda sonhamos com mais ao menos um filho! Meu marido quer uma menina e eu mais um homem acho que é mais facil em todos os sentidos!rsrsr

Pensamos em adoção e mais um biologico! Quando li seu blog criei mais coragem ainda rsrsr

Beijos e boa semana!

  1. Eliane Cristina Garcia Leite disse:

outubro 24, 2010 às 9:55 pm  (Editar)

Ufaaa… Finalmente algém na mesma situação q a minha, mãe de 3. Ok, no meu caso sem planejar, achei q só teria 2. Mas… escapou e cá estou eu a espera de Artur, o terceiro menino. Sim colegas, sou mãe de meninos. Fico imaginando se tivesse nascido na India, seria coberta de ouro(hacha).E não é só isso, de idades totalmente diferente: João Pedro(16), José Antônio(10) e agora Artur chegando em dezembro. O João Pedro é roqueiro, José Antônio sertanejo, e no mínimo Artur poderá ser pagodeiro kkkkkkkkkk.E eu teentando me manter na mais perfeita normalidade…

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:18 am  (Editar)

Vivian, ser mãe foi a maior mudança que já aconteceu comigo! Não é tudo uma maravilha não… entendo você. Quem sabe daqui há algum tempo vc se anima… sua filha ainda é muito pequena! Ah… e o segundo é bem mais fácil. beijo,

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:19 am  (Editar)

Que legal Vanessa, mande novidades. beijo,

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:19 am  (Editar)

Eliane, adorei! Essa é ótima… rsrsrs
Nossa, que diferença entre eles! Os irmãos já poderão treinar!
beijo,

  1. Larissa Pueri disse:

outubro 25, 2010 às 11:56 am  (Editar)

Bom Dia, Mayra! Adorei saber que agora voce escreve aqui para nos! E gostei mais ainda da noticia que voce esta gravidissima! Lembro no inicio do ano qdo nos encontramos, vc estava se animando para um terceiro! Super Beijo Larissa – Pueri

  1. Helena disse:

outubro 25, 2010 às 1:06 pm  (Editar)

Boa sorte para você e muita saúde para todos!
beijos

  1. Annamaria – Fi disse:

outubro 25, 2010 às 6:44 pm  (Editar)

Oi Mayra!!! Só hj vi que vc está escrevendo o blog! Desde que fiquei grávida estou acompanhando os blogs do site! muito legais aliás!!!agora vou acompanhar o seu tb!
Já tô bem barriguda, com 27 semanas, um menino, João. E vc? Acho que vão nascer bem pertinho!

bjão
Fi

  1. Adriana disse:

outubro 25, 2010 às 7:09 pm  (Editar)

Nossa q sonho!!!! tenho muita vontade de ter mais um bbzinho, tenho duas meninas, a Ana de 10 anos e a Lara de 9 meses, me redescobri nesta segunda maternidade, a primeira bb tive com 18 anos, muito inexperiente, mas agora… nossa esta maravilhoso, apesar da loucura q virou minha vida.
Mas nao sei se terei coragem de ter o terceiro, é uma decisao dificil. mas parabéns a tdas as mamaes de 3 filhos.

  1. Marcia disse:

outubro 25, 2010 às 7:53 pm  (Editar)

Sabe aquela pessoa que ninguém jamais imaginou sendo mãe !!!!, essa pessoa sou eu, amava rua, bagunça, e não fazer nada na vida além de ficar com os amigos, me casei há 16 anos, tenho 3 filhos que amo muito são minha vida, hoje vejo que nasci pra ser mãe que não seria nada na vida sem meus filhos ♥

  1. Kátia Bizan disse:

outubro 25, 2010 às 8:24 pm  (Editar)

Muiiiiito legal os comentários!!!rs..rs..

Bacana que a gente vê que é tudo igual…rs..rs..Ser mãe de 3 não é fácil, mas é tão gostoso!!!!

Agora aqui em casa sentimos nossa família completa!! Temos a Isadora(9), Konrado(5) e a pequena Isabela com 11 dias…

A Eliane falou bem “e nós tentando nos manter na mais perfeita normalidade” ou seja podre por dentro para dar conta de tudo e tentando nos segurar linda por fora para parecermos normal…rs..rs..

Quanto a ser mãe, a gente não conhece esses sentidos aguçados até ter filhos… No começo o medo impede deles se aflorarem, mas se houver a necessidade (não ter ajuda) a gente consegue se virar e dar conta… Sempre foi assim!! O amor é maior e Deus ajuda!!

Bjs!!

  1. Alexandra disse:

outubro 25, 2010 às 9:23 pm  (Editar)

Também sou mãe de três. Tenho um menino de 7 anos, a menina do meio com 3, e o bebê, com 1 ano e 6 meses. Quando descobri a terceira gravidez, quase enlouqueci, ainda bem que meu marido me deu todo o apoio necessário, pois o comentário dos outros é bastante desanimador. A fase inicial já passou, agora o que resta é a alegria de ver os três brincando (e brigando, afinal, quais irmãos não fazem isto?)

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:04 pm  (Editar)

Pois é Larissa, viu só o resultado? beijo,

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:04 pm  (Editar)

Obrigada Helena! beijo

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:06 pm  (Editar)

Eu faço 27 semanas nesta 6a feira! Vão ser gêmeos! Encontrei a Vicky no final de semana e ela perguntou pra quando era o Francisco e ela disse toda feliz: Igual a minha dinda!
Boa sorte! beijo,

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:07 pm  (Editar)

Obrigada Adriana! beijo,

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:07 pm  (Editar)

É uma delícia mesmo né Marcia? Mas o legal é continuar também fazendo as coisas que a gente gosta! Eu continuo com rodinhas no pé! beijo,

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:08 pm  (Editar)

Isso mesmo Katia, vou precisar desta ajuda divina também…. rsrsrs
beijo,

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:09 pm  (Editar)

Alexandra, daqui a pouco estão grandes e vão ser super amigos! beijo,


Comentários :

Comente

Inspirando as crianças – Parte 3

Por: Mayra A.

O pediatra das crianças diz a frase mais sábia que já ouvi sobre o assunto: “Em casa que tem comida, ninguém passa fome!”

Claro que, quando nasce o primeiro filho, ficamos super ansiosos e inseguros quando o abençoado não abre a boca pra comer. Novamente o pediatra (Dr. Troster!) diria: “Essa é uma guerra de geração após geração, entre mães e filhos, na qual os filhos sempre ganham. Portanto, não entre!”

Confesso que por muito tempo fugi da tarefa de dar comida para eles como o diabo da cruz. Isso porque eu me sentia profunda e completamente ofendida – como assim, logo comigo que gosto tanto de comer e cozinhar, eles podem fazer essa desfeita?

Julia e Pedro, ainda menores, no supermercado

O bom senso me diz (hoje, que estou indo pro terceiro!):  melhor ser mais leve e não fazer da hora de comer um momento tenso a fazer seu filho comer uma refeição perfeitamente saudável e balanceada praticamente à força.

Se eles querem batatinha frita negocio com eles: “OK uma vez por semana, mas no forno, sem fritura!” O pastel de queijo tão desejado pode, sim, uma vez por semana. Desta maneira comer não torna-se uma obrigação chata e eles acabam experimentando também alface, brócolis e arroz integral, entre outros. Afinal, falamos muito de ter prazer à mesa. Com as crianças é igual.

Outra maneira de inspirá-los – e na minha opinião a mais importante – é o exemplo. Sente para comer com eles. Faça para você um prato saudável e balanceado. Converse com eles, coma com prazer e deixe que eles observem. Faça o que eu faço – não o que eu digo da boca pra fora – certo?
Tente (não vou dizer que consigo sempre!) conversar com eles sobre outros assuntos que não: “Come filho, está esfriando, você está demorando pra comer e vai se atrasar!”

Comer pode (e deve!) ser um prazer!  Por isso, combinei com os meus filhos que, sempre que não gostarem de alguma coisa, não precisam comer. Podem até cuspir mas que devem, sim, experimentar, como um verdadeiro cozinheiro. Funciona 50% das vezes. Já é um começo, não?


Comentários :6

Comente

A decisão de ter o terceiro filho

Por: Mayra A.

Eu sempre quis ter quatro filhos. Já o André estava satisfeito com dois. Tive o Pedro com 26, o que hoje em dia é bem cedo. A Julia veio logo em seguida, com um ano e 11 meses de diferença. Os três anos entre o nascimento do Pedro e o aniversário da Julia de 1 ano foram maravilhosos e incríveis, mas também cansativos.

Eu estava mudando de volta para o Brasil, depois de quatro anos nos Estados Unidos, o que significava: um apartamento novo; uma rotina diferente; aprender a ser mãe; dividir meu tempo entre o marido, que sempre foi super mimado; e cuidar dos dois pequenos, ainda com fraldas e mamadeiras, entre tantas coisas.

Também precisei aprender a administrar a casa com staff e, principalmente, administrar a babá – Veja: A babá foi uma das tarefas mais difíceis. Na verdade, gerenciá-la é algo que vai muito além da babá em si. É ter que lidar com uma pessoa dentro da sua casa, teoricamente menos preparada que você, mas com mais experiência com crianças e para te ajudar a cuidar do SEU filho. Duas mulheres… Hummmm… Olha que ela ainda ficou por três anos…

Lembro que quando a Julia fez 1 aninho, dei meu primeiro suspiro de Ufa, dever cumprido! Mas, como diz minha mãe: filhos nunca são deveres cumpridos. São deveres COMPRIDOS… Ou seja, uma vez mãe, para sempre mãe (Não pense que acabou! Rs).

Foi tudo realmente muito intenso. Lembro que, nesta fase, eu e o André entramos um dia de carro na garagem do nosso prédio. Um chorava e o outro estava doente. Minha cabeça explodindo e eu disse pro André: “É hoje, aproveita: Me faz escrever e assinar que não quero ter mais nenhum filho”. E assim eu assinei um papel e pedi pra ele guardar no cofre e me mostrar assim que eu tivesse algum rompante de loucura e pensasse o contrário.

Passou-se um ano, eu voltei a trabalhar (sou personal chef na Dedo de Moça), jogar vôlei, dormir a noite toda, sair bastante e viajar. Tudo ficou tão fácil e calmo, com as crianças brincando entre si… Quando acordavam iam direto brincar SEM ME ACORDAR – Olha que luxo!…

Resolvi ter aquela conversinha com o maridão: “Amor, se você quiser eu quero… Onde está aquele maldito papel mesmo?” Mas ele não queria tudo de novo, de novo em seu posto de marido mimado. Eu pensei: Bom, já tenho dois, um menino e uma menina. Caberia mais, mas tudo bem. Deixei ele com uma última pulguinha atrás da orelha: “É o seguinte: Estou super feliz com dois, mas você sabe que eu teria mais. A data limite é seis anos de diferença do Pedro e quatro da Julia. Se você mudar de idéia sabe onde me encontrar.”

E assim passaram-se quase dois anos sem tocar no assunto. Eu fiquei magra de novo. Fiz super bem o jogo do contente. Dei tudo o que tinha de bebê: carrinho, cadeirão, bebê conforto, banheira, etc e tal… Mas guardei as roupinhas favoritas… Afinal nunca se sabe né?

Em janeiro deste ano, passei duas semanas na praia com as crianças e o André aqui trabalhando, indo pra lá nos finais de semana. Acho que o silêncio mexeu com ele. No dia 7 de janeiro, aniversário dele, chegou lá na praia com uma cara diferente, todo emocionado… Eu pensei: “Meu Deus, o que ele aprontou esta semana? Mas era aniversário dele, melhor deixar ele falar primeiro…

Ele disse: “Má, tenho certeza”.

“Vixe maria, está ficando pior”, pensei.

“Certeza do que, amor?”, disse eu, completando:  “Parabéns pelo seu aniversário… Do que você está falando?”

“Estou pensando nisso há um ano, mas agora tenho certeza…”

“Socorro!” (eu)

“Me dá mais um filho?”

Ai que fofo! Quase morri de alegria! E foi assim que começou o terceiro capítulo…

 

49 Comentários para “A decisão de ter o terceiro filho”

  1. vivi disse:

outubro 15, 2010 às 10:22 pm

Amiga, AMEIIIIIII a história. Muito linda mesmo, emocionante.
Por acaso eu tenho essa diferença do Fabio, são 6 anos de diferença e 4 anos do Vagner..uhuh.
Parabéns Mamãe de terceira viagem.

  1. mayra disse:

outubro 20, 2010 às 4:24 pm

Vi, não sabia que tinha essa diferença na sua casa! Você vai precisar me dar umas dicas! beijo,

  1. Roberta disse:

outubro 20, 2010 às 4:59 pm

Muito interessante a historia,amei o blog!!!
Te confesso q vc é corajosa,minha filha vai fazer 2 aninhos,agora as coisas estão melhorando um pouquinho,não sei se teria coragem de volta tuuuudo de novo!!
Bjs e felicidades!!

  1. mayra disse:

outubro 20, 2010 às 5:12 pm

Roberta, quando ela crescer você se anima! Esta fase realmente é bem cansativa.
beijos,

  1. Fabi disse:

outubro 20, 2010 às 8:35 pm

E você ainda inventou de escrever um blog? É muita coragem mesmo, hahahaha…
Brincadeirinha!
Seja bem-vinda!
Beijos,
Fabi
(que é mãe do João, de 1 ano e meio, acabou de adotar uma gatinha – para sossegar os instintos maternos – mas não tem a menor vontade de passar por tudo de novo!)
http://depoisqueeudescobri.wordpress.com/

  1. Roberta disse:

outubro 20, 2010 às 10:30 pm

Adorei o novo blog! Sou fã dos blogs do bebê.com, acompanho todos! Que linda história de amor… A sua com seu maridos, a de vcs com seus filhos! Ebaaaaa! Adorei duas frases suas, copiei e vou postar no FAce, ahahah! Bjs

  1. Tatiane disse:

outubro 21, 2010 às 1:05 pm

Muito bacana o seu blog, vamos ver se eu lendo me animo a pensar em ter o terceiro filho… he he
Você está de quantos meses? Como está conciliando tudo?

Beijos…

  1. Lolô disse:

outubro 21, 2010 às 4:32 pm

Olá Mayra! Acompanho os blogs do bebê e adoro todos, mas nenhum deles eu tinha uma identificação direta. Mas o seu agora veio a calhar! Também queremos 4 filhos aqui em casa, só que a idéia partiu do marido e eu absorvi o desejo dele na hora. Tenho 30 anos, somos casados há 4. Já tenho dois: um menino de 1a10m e uma menina de 4 meses. Quis o segundo logo, fiquei louca pra desmamar (aos 8 meses) e poder engravidar. Mas agora o terceiro…acho que vou dar um tempinho pra tomar fôlego.
Isso que vc diz de organizar a casa com staff sei como é, tenho bastante ajuda mas mesmo assim parece que não venço as funções.
Deixei de ir ao escritório e trabalho em casa (quando dá). O lado profissional, aliás, tá deixando bastante a desejar, mas sei que é por um tempo…o tempo de ter os 4, ou melhor, de o 4° fazer uns 3 anos, rsrsrs.
Por isso acho que não dá pra demorar muito, vou ver como vc se sai com o terceiro pra ver se animo por aqui!
Boa sorte
Um beijo

  1. Camila disse:

outubro 21, 2010 às 11:24 pm

Flor amei seu blog..Tambem tenho um casal de filhos um menino de cinco anos e uma menina de 1 ano e 4 meses e sinceramente penso em ter outro sim….rsrs…Daqui uns 4 anos vou ter outro ja falei com meu marido sabe..Pois todo esse cansaço que sinto(minha nenem ainda mama no peito alem de comer bem,é apegada a mim,e de vez enquanto acorda a noite para mamar,e eu amo isso)mesmo com tantas coisas para fazer cuidar de casa,marido do meu filho que é levar para escola essas coisas de Dona de casa sabe,sinto que eu so vou estar completa com mais um filho,a minha familia so vai estar completa com mais um filho sendo assim cinco pessoas..rsrs corajosa eu ne meninass rsrs boa sorte flor

  1. mayra disse:

outubro 22, 2010 às 7:26 pm

Oi Tatiane, estou de 26 semanas… aquela fase gostosa de sentir o bebê chutar, começar a pensar no quartinho, enxoval e etc… conciliar tudo é difícil… mas é uma fase. Depois eles crescem, né???
beijo,

  1. mayra disse:

outubro 22, 2010 às 7:32 pm

Lolô, você está animada demais com dois super pequenos! Nesta fase eu assinei que não teria mais nenhum! rsrsrsrss
Deste jeito você vai ter os 4 com folga!
Brincadeiras a parte, você é super nova, não tenha pressa… quando sua pequena tiver 3 acho que é uma ótima hora pra pensar no 3o!
beijo,

  1. mayra disse:

outubro 22, 2010 às 7:33 pm

Camila
A gente sente quando cabe mais um,né? Boa sorte!

  1. aline disse:

outubro 23, 2010 às 10:25 am

Oi Mayra, muito legal seu blog, está me inspirando… Tenho dois meninos, um de 2 anos e 1 mês e um de 5 meses! E estou naquela fase de “chorar e ficar doente”, mas ao mesmo tento não desisti de ter mais uns daqui três anos, no máximo. Na verdade tentar uma menina… mas sabendo que se vier menino vou ficar apaixonada do mesmo jeito! Trabalho, não tenho empregada, nem babá e meus meninos ficam na escolinha. Meu marido e mãe me ajudam muito, mas há dias em que realmente acho que não vou ter outro nunca mais…
bjs

  1. Inês disse:

outubro 23, 2010 às 11:51 am

Olá Mayra,
Também leio todos os blogs do bebe.com e o seu foi o que mais me identifiquei, afinal tenho 3 meninas. A mais velha, Rafaela tem 13 anos, a Isabella fará 11 no próximo mês e a Luisinha tem 2 anos e 4 meses. Sempre vinha a vontade do terceiro filho, mas o receio de não ter condições de proporcionar todo o conforto, educação de qualidade etc., sempre aparecia. Mas ao me aproximar dos 40, bateu muito forte a vontade e levei 6 meses para convencer meu marido de que todas essas coisas não são o mais importante, mas sim o amor e a dedicação dos pais. Sou uma idealista por natureza. E hoje mesmo trabalhando em casa, sou designer gráfico, administrando essas 3 filhotas (uma é adolescente), as idas e vindas do colégio, o casamento, enfim, valeu super a pena. Fiz laqueadura, senão … já viu, né?
Grande beijo e boa sorte!

  1. Lilia Iasi Moura disse:

outubro 23, 2010 às 7:59 pm

Oi, querida ! Parabéns! Corajosa, hein?! Será que você vai ser como eu e terá quatro filhos?!… Deus te abençoe! Bjs da sua tia.

  1. Pati disse:

outubro 23, 2010 às 8:13 pm

Uau!!!!!

Tenho um filho de 8 anos e lá no fundinho suspirava quando via um bebê. Meu marido parecia traumatizado com o assunto filhos, apesar de ser ótimo pai. Orei a Deus por pelo menos 5 anos para tocar no meu coração e no dele. Se fosse para ter outro filho Ele nos daria. Deus trabalhou no coração dele a ponto de relaxar com os métodos contraceptivos.
Estou grávida de 5 meses da minha menininha e quando paro para pensar choro de emoção. Provavelmente farei laqueadura (outra dúvida)! Tenho 38 anos.
Beijos a todas!

Pati

  1. Adriana disse:

outubro 24, 2010 às 1:36 am

Olá Mayra, parabéns pelo bloq, adorei
Bem sou mãe de duas meninas, uma de oito anos e outra de um ano e quatro meses, eu já fechei a fabrica rsrsr, fiz ligadura quando nasceu Júlia, mas minha mais velha é portadora de deficiencia, aí ela me dá maistrabalho e decidi ficar só com as duas mesmo.Desejo tudo de bom pra ti e sua familia. beijos

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:15 am

Pois é Aline, tudo tem dois lados… espera um pouco mais e vc vai saber! beijo,

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:15 am

Que legal Inês, acho lindo família grande!

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:16 am

Pois é tia, quem sabe??? beijo,

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:16 am

Que deliícia Pati, a gravidez é o máximo, também acho!

  1. mayra disse:

outubro 25, 2010 às 10:16 am

Boa sorte Adriana com suas meninas! beijo,

  1. Adriane disse:

outubro 25, 2010 às 4:08 pm

Olá Mayra,
Adorei o seu blog, me identifiquei muito com você, sempre quis ter 3 filhos, mas quando a segunda nasceu,(tenho duas meninas 2a10m e 1a2m….) escrevi também que não teria mais nenhum. Mas o tempo passa, eles vão dando menos trabalho, né?
E to pensando já no terceiro……..hehehe, quem sabe agora vem um menino?
Estou com 34 anos já, não da pra esperar muito mesmo…….

Parabéns.
Beijos.

  1. Joyce disse:

outubro 26, 2010 às 1:08 pm

Muita coragem!!! Parabéns!!!

Tenho dois filhos 4 anos e 1 ano é uma loucura aqui em casa, estou encerrando a fábrica essa semana meu marido vai fazer vasectomia.Espero não sentir com os aninhos falta de mais um..rss…

Adorei seu blog ….
Parabéns novamente …..
bjz.

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:05 pm

Adriane, boa sorte!!! É isso mesmo, eles vão crescendo e nossa memória é curta! rsrsrsrs

  1. mayra disse:

outubro 26, 2010 às 4:10 pm

Joyce, parabéns pelos dois filhos! Também já é uma família com F maiúsculo! beijo,

  1. Adriana disse:

outubro 26, 2010 às 6:23 pm

Nossa que legal este blog e esses comentários!!! é isso que me falta, meu 3º bb, ja tenho 02 princesas. q delicia ser mae!!!!

  1. kelly e Yago disse:

outubro 26, 2010 às 6:29 pm

Oiiii quando vi mãe de três me identifiquei sou mãe de 03 também tenho 40 anos…trabalho em casa sou representante comercial tenho a Jeane de 23 anos
a Rayssa de 06 anos e agora o Yago de 1 ano e 10 meses….
So a Rayssa foi planejada e bem planejada…trabalhava fora , levantava cedo , condução, marmita…e ops optei em trabalhar da mesma forma só que em casa montei um escritório, computador, telefone, fax e hooooo deu certo depois de 2 anos veio a minha Rayssa , tive aux. maternidade que é muito bom ajuda pra caramba e já com 09 dias começei a trabalhar novamente, amamentei até 09 meses, não tive problemas com nada, criei minha filha e trabalhei sem problemas……e quando aRayssa já estava com 05 anos eis que surge de um susto o meu Yago Joaquim….eu digo parra todos que foi o meu presente que Deus mandou….
Minha vida mudou 100%…
Hoje cuido de todos , lavo , passo, cozinho, fico na net e ainda dou conta das travessuras desta criança que me deixa de cabelo em pé….

COLOQUEI TUDO NUM BLOG VISITEM LÁ e saberão o que estou falando….menino é terrivel…durmo com um olho aberto e outro fechado..

http://www.kellycristina.bebeblog.com.br um abraço á todas

  1. Viviane disse:

outubro 27, 2010 às 11:23 pm

OLA MAYRA, TUDO BEM ? PARABÉNS PELA INICIATIVA DE TER O 3º FILHO, POIS QUANDO DIGO QUE TENHO VONTADE DE TER TRES, TODOS DIZEM QUE SOU LOUCA, CORAJOSA E COISAS DO TIPO… EU TENHO 27 ANOS E SOU MÃE DO YAGO DE 2 ANOS E 8 MESES.. SÓ ESTOU ESPERANDO COMPRAR MINHA CASA, POIS MORO NO FUNDO DA CASA DOS MEUS PAIS, E O YAGO CRESCER UM POUCO MAIS PRA TER OUTRO, SOU LOUCA COM BARRIGA DE GRÁVIDA E NÃO POSSO VER UM BEBE QUE QUERO LOGO PEGAR… E ISSO FICOU AINDA MAIS INTENSO DEPOIS QUE TIVE MEU FILHO… MAIS UM VEZ PARABÉNS E EU AINDA CHEGO LA..

  1. mayra disse:

outubro 27, 2010 às 11:52 pm

Viviane, todos – sem excessão – dizem que sou louca… bom, de louco todo mundo tem um pouco, estou feliz da vida. beijo,

  1. Andrea disse:

novembro 4, 2010 às 1:19 pm

Olá Mayra, adorei o seu blog, e me identifiquei bastante, pois tenho 4 filhos, mas são dois pares de gêmeos (uma benção)João e Amanda c/ 5 anos e a Kaká e a Bel c/ 2 anos. A Amanda teve um problema de saúde grave c/ 1 ano e fiquei muito triste, e disse que eu só ficaria grávida de novo se ela ficasse boa, mas nunca pensei que seriam mais 2 princesas. Graças a Deus tenho a minha mãe que me ajuda muito, mas ver os 4 bricando é muito lindo, é recompensa tudo.
bjs parabéns

  1. Amanda disse:

novembro 6, 2010 às 11:10 am

Mayra, bastante encorajador sua declaração. Tenho duas filhas (Sabrina 3 anos e Marina de 5 meses)lindas, meu marido diz que o sonho dele é ter 3 filhos e já está me perguntando quando iremos começar a tentar o terceiro. Na contra-mao estou eu, que já penso que 3 é demais e começa tudo de novo …. comentei que se ele topasse em adotar, mas ele quer tentar antes…
Ai, ai, ai que duvida !!!!

  1. mayra disse:

novembro 6, 2010 às 8:53 pm

Que legal Andrea, deve dar trabalho e ser bem divertido! beijo

  1. mayra disse:

novembro 6, 2010 às 8:59 pm

Amanda, pensa bem e com o tempo você saberá o que fazer! beijo e boa sorte,

  1. TAISSA IGLESIAS disse:

novembro 7, 2010 às 11:40 am

Tenho 3 filhos. João Victor com 11 anos, Pedro com 2 anos e Ana com 4 meses!!
Estava tudo tranquilo quando descobri que estava grávida depois de 9 anos e meio tive outro bebê e quando ele estava com 1 ano e 5 meses fui internada achando que estava com uma virose e virose essa que veio minha filha, eu estava era grávida!!
É uma loucura administrar tanta gente, porém estamos sobrevivendo.
Beijos e boa sorte para a gente!
Taissa

  1. mayra disse:

novembro 8, 2010 às 1:15 pm

Ai Taissa, fiquei preocupada… rsrsrsrs… é muita gente, né? beijo,

  1. Samanta disse:

novembro 12, 2010 às 5:03 pm

Linda sua história!
Bem, eu sou mãe do Arthur (1 ano e 07 meses) e espero o Apolo que nascerá no mês que vem. Estou felicíssima e meu desejo é ter 4 filhos… só tenho um porém, o maridão quer encerrar a fábrica…
Já sou a mulher mais feliz do mundo com a família que tenho, mas rezo para o meu marido mudar de ideia para termos mais filhos, e se isso acontecer, serei a primeira e a segunda mulher mais feliz do mundo!!!! hahaha
Bjs

  1. mayra disse:

novembro 13, 2010 às 11:25 am

Que legal Samantha, parabéns pelo Apolo!
beijo,

  1. Samara disse:

novembro 18, 2010 às 10:19 pm

Ou Mayra
Amei sue blog.
Também tenho 3 filhotes.O Gabriel de 9 anos, o Miguel de 4 ano e o João que vai completar 2 anos dia 05 de dezembro. É muito gostoso vc ver seus filhotes bem na sua cama dormindo com vc, ou mesmo passeando, sabe Deus tantas e tantas coisas lindas que a gente pode fazer. Não me lembro da ultima vez que tive uma noite todinha pra dormir agarradinha no marido(algum deles sempre levanta a noite..kkkk), mas não me imagino longe dos meus filhotes, nunca, jamais! Dá um trabalho louco cuidar de 3, mas vale a pena! e como vale. Agradeço a Deus pelas minhas bençãos: Meus filhos!

  1. mayra disse:

novembro 18, 2010 às 11:47 pm

Que gostoso Samara, daqui há pouco sou eu com os três… muito legal família grande né? Vê se arruma um tempo pra curtir o marido também, não esquece! beijo

  1. Cristiane disse:

novembro 26, 2010 às 3:46 pm

Olá Mayra, adorei a sua história e me identifiquei com ela, pois também estou esperando o terceiro filho, mas os meus outros dois são bem mais velhos que os seus. O Fellype está com 17 anos e a Nathálya está com 13. Desde que casamos, eu e meu marido combinamos que teríamos dois filhos logo e que assim que o mais velho fosse para a faculdade teríamos um outro filho. Deus ouviu as nossas preces e agora estou com 18 semanas de gestação, ainda não sei o sexo, mas o que vier será bem vindo e muito amado e mimado pelos irmãos mais velhos. Ouvi muito frases como: “Você é louca, agora que está sossegada.” Você é corajosa”. “Deus me livre”. Mas o que importa é a felicidade que estou sentindo, nada supera isso. Vou ficar ligada no seu blog e aguardo novidades. Bjs.

  1. carolina disse:

novembro 28, 2010 às 8:20 pm

Oi,parabéns pelo blog
tenho um lindo e sapeca casal de filhos,uma menina de 4 anos e um menino de 2 anos,sempre quis uma família grande,mas fico muito insegura quanto aos gastos,se tiver o terceiro filho. Ao mesmo tempo há um desejo enorme mas um receio,de no futuro a situação se complicar. Ai que dúvida!!!

  1. mayra disse:

novembro 29, 2010 às 5:10 pm

Que delícia Cristiane, super parabéns!!!

  1. mayra disse:

novembro 29, 2010 às 5:12 pm

Carolina, tenho certeza que saberá o que fazer! Este assunto temos que pensar muito mesmo! beijo,

  1. Mery Ellen disse:

novembro 30, 2010 às 11:43 pm

Oi Mayra, parabens pelo blog, sempre passo por aqui para dar uma espiada. assim como vc tambem fui mae aos 26, tenho um lindo menino de 2 anos e 8 meses, e um lindo bebe de 8 meses. 2 meninos que alegram os meus dias! planejo o 3o filho para daqui uns 3 anos, eu e meu marido sempre sonhamos com familia grande, 3 filhos seria o ideal. parabens pela familia e que o Antonio venha com muita saude!

  1. mayra disse:

dezembro 3, 2010 às 10:15 am

Que legal Mery Ellen, torço por vcs! beijo,

  1. claudia disse:

maio 11, 2011 às 4:05 pm

Ola, tenho uma menina de 1 ano e 1 mes e estou me encorajando para engravidar denovo pois queria logo para crecerem juntos, sou um pouco agitada nas tarefas sei que preciso relaxar só tenho medo de ficar muito extressada pois gosto de trabalhar e sei que vou ter que parar por um tempo para me dedicar as crianças. sei que Deus vai me dar forças. bjssss para todas as mamães.

  1. Patricia disse:

julho 19, 2011 às 3:15 pm

estou aqui chorando de emoção…que coisa mais linda….

  1. mayra disse:

julho 19, 2011 às 6:49 pm

Fico contente em ter mexido com suas emoções! Com as minhas mexeu demais! beijo,


Comentários :1

Comente

Inspirando as crianças – Parte 2

Por: Mayra A.

Hoje a Fernanda Surian, que trabalha com a gente, trouxe pros meus filhos (de 6 e 4 anos) um DVD de receitas para crianças. É um desenho bem fofinho chamado Telmo e Tula – Os Pequenos Cozinheiros. Os dois não piscaram! O mais velho tentou anotar as receitas e eu achei uma graça.

Acho que essa é uma ótima maneira de fazer com que eles experimentem: envolvendo-os no processo! Agora estou indo com eles fazer um suco de maçã:

– “Da fruta, mãe! Vamos agora, vai!”

Bom apetite aos nossos pequenos cozinheiros!


Comentários :

Comente

Inspirando as crianças – Parte 1

Por: Mayra A.

Hoje de manhã meu filho mais velho me fez um pedido:

– Mãe, quero escolher o que vou jantar. Quero fazer de novo aquele desenhinho que você fez aquela vez dizendo o que eu ia comer todos os dias.

Pois é, filho de peixe peixinho é. Ele queria um cardápio. Afinal, nada mais gostoso do que escolher o que queremos comer. Junto com isso vem outra coisa: o comprometimento e a responsabilidade de comer o que se escolhe.

Fomos comprar cartolinas e segue o resultado: um menu pra eles, feito por eles (Claro que com intervenções e negociações, já que batata frita todo dia NÃO!).

Tive que me segurar pois eu queria fazer um desenho bonitinho e eles queriam fazer do jeito deles, meio rabiscado, mas é claro que o importante não era ser perfeito, e sim ser genuíno.

Depois conto se seguiram… Mas a inspiração já valeu!

OBS: O meu menor (que ainda está na barriga) também quis escolher o que comer e hoje ele escolheu o pavê da Tia Beth!


Comentários :6

Comente