Arquivo mensais:abril 2011

Quando as coisas não vão bem

Por: Mayra A.

Esta semana tive a tristíssima notícia que uma amiga perdeu um bebê de 33 semanas.

Escutamos notícias trágicas todos os dias e meu objetivo aqui não é ficar falando sobre tragédias. Quero falar sobre esperança. A esperança que todos nós temos, que nos diz que tudo há de dar certo.

Gostaria de prestar uma homenagem a todas as mães e pais que já sofreram alguma perda irreparável. Que eles tenham força, perseverança, esperança e a certeza que dias melhores virão.  O tempo age a nosso favor.

Vamos pensar como Fernando Sabino: “No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”.

8 Comentários para “Quando as coisas não vão bem”

  1. Bárbara disse:

abril 28, 2011 às 4:37 pm  (Editar)

Puxa, que pena!
Infelizmente, acontece
Força pra eles.

  1. Tatiane Holiver disse:

abril 28, 2011 às 6:48 pm  (Editar)

Oi Mayra

É uma pena, muito triste.
Na época em que eu estava grávida uma colega tbm estava e ela perdeu o bebê com 7 meses de gestação, o pior é que foi bem no dia do meu chá de bebê, eu fiquei muito triste.
Eu tbm passei por isto mas estava de pouco tempo e me superei mais rápido, acho que é bem pior quando já se comprou as coisas e falta pouco para o nascimento.
Força para a sua amiga… bjs

  1. Alexandra disse:

abril 28, 2011 às 8:13 pm  (Editar)

Oi Mayra,

Eu sou mãe de gêmeos,que era para ser trigêmeos,no quarto mês descobrimos que o coração tinha parado,saí do laboratório chorando,parecia uma criança,Deus me abençoou com dois lindos filhos,com saúde,mas sempre lembro do terceiro,às vezes dói um pouco,mas rezo por ele,e enfim o tempo passou e me recuperei,mas esquecer nunca.
Força pra sua amiga!!!

Abraços

  1. gesly disse:

abril 29, 2011 às 1:21 pm  (Editar)

Ola Mayra…

Sinto muito, pois eu tbmperdi uma filha mas ja com 4 meses de vida e sei como é duro perder uma criança tão esperada!
Agora estou me reconfortando sentindo um gurizinho lindo me chutando denovo, logo logo ele estara aqui para dar alegrias,mas me esqueçer da minha florzinha nunca pois ela me ensinou a lutar sempre.

abraços e forças para sua amiga que ela se recupere logo.

  1. Lucia Helena Cesar disse:

abril 29, 2011 às 1:50 pm  (Editar)

Se existe uma situação que me comove profundamente é isso, já tive um aborto com 12semanas e sei como dói.Imagino com 33 semanas.
Não há o que fazer, irei orar por ela, para que Jesus aqueça seu coração e que o tempo amenize sua dor.
um grande beijo

  1. mayra disse:

abril 29, 2011 às 2:17 pm  (Editar)

Queridas leitoras, obrigada pelas mensagens, vamos fazer um pensamento forte para diminuir a dor desta e de todas as mães que já passaram por isso.
beijo,

  1. disse:

abril 30, 2011 às 8:57 pm  (Editar)

Que Deus ilumine o coração dessa sua amiga e que ela tenha muitas esperanças pois Deus sabe de todas as coisas e o momento certo para que tudo aconteça da melhor forma pra nós e para nossos filhos. Também já passei por 2 abortos mesmo com muita dor superei e hoje estou gravida novamente só que agora minha gestação esta mais segura que as outras com a ajuda e a graça de Deus e com a interceção da nossa senhora sei que desta vez vai ser diferente, peço para que Deus a abençoe novamente que desta vez tudo acontecerá diferente que ela e seu bb seram saudaveis e felizes ,
HÁ. peça pra ela ler o livro AGAPE do padre Marcelo que é um livro abençoado de coisas boas e que independente da sua religião só aguegara coisas boas pra ela e pro seu futuro bb.Força… Um forte AGAPE pra duas.Bjs

  1. Kátia Bizan disse:

maio 2, 2011 às 8:55 pm  (Editar)

Que dor inimaginável… Deus e Nossa Senhora console cada uma e dê forças para carregar essa dor que um dia passará a ser força e tenha certeza que esse anjo nunca sairá do lado de sua Mãe!! Minha vó materna perdeu uma filha com 8 anos… Sofreu muito e chorou demais até que um dia essa filha apareceu para ela pedindo para ela parar de chorar, pois as lágrimas ficavam em suas asinhas e ela não conseguia voar com os outros anjinhos… Minha vó tem certeza que ela sempre esteve até hoje ao seu lado…

Força para a sua amiga e a todas!!


Comentários :

Comente

Julia de óculos

Por: Mayra A.

Eu operei de estrabismo quando tinha 6 anos de idade. A Julia operou aos 2 anos. E, na época, claro, fiquei morrendo de dó. Nunca me esqueço da sensação de entregá-la nas mãos dos médicos para a cirurgia. Meu marido nem conseguiu me acompanhar de tão abalado.

O médico, que era da família, dava notícias pelo telefone durante a cirurgia. Foi rápido, passou. Desde então ela usa tampão uma hora por dia e vai ao oculista, a cada seis meses, para dilatar a pupila e medir o grau.

Nesta última ida, a médica disse:

– “Para não começar a entortar de novo ela vai precisar de óculos”.

Ok, já passei por isso. Aos quatro, exatamente a idade da Julia, ganhei um irmãozinho e meses depois um óculos. Igualzinho a ela. Que pacote, hein?

Lembro perfeitamente da minha primeira ida à escola de óculos. Eu não queria de maneira nenhuma chegar na sala: queria passar o dia todo no parquinho escondida dos amiguinhos. Minha mãe dizia:

– “Mayra, vamos para a classe, está na hora!”

Eu sentia uma enorme vergonha e lembro exatamente da cena de quando entrei na classe e um menino malvadinho disse:

– “Olha a quatro-olhos!”

Ai que ódio! Queria encontrá-lo hoje… Ele ia ver uma coisa. Mas já sou adulta, tudo passou, me acostumei com o óculos e até me livrei dele.

Bom, pensando em tudo isso respirei fundo e tentei passar pra Julia um pouco da minha experiência. Conversei bastante com ela, deixei ela chegar na escola com o óculos na mochila, ter alguns dias pra se adaptar. Agora estou com uma dificuldade. Já se passaram quatro dias e ela não quer usar.

Ai meu Deus! Sei que isso vai passar, que ela também vai acostumar com o óculos e um dia se livrar dele. Assim como do possível aparelho dental e outras cositas más. Ainda bem que tudo passa…

 

12 Comentários para “Julia de óculos”

  1. Raquel disse:

abril 19, 2011 às 6:26 pm  (Editar)

Juju você é linda de todo jeito!!!!!! Criança alegre, feliz, vai tirar isso de letra!!! Tá um charme de oculos!!!!

  1. Paula Villac disse:

abril 19, 2011 às 6:41 pm  (Editar)

ah!ah!ah!!lembro que qd eu era criança eu morria de vontade de usar óculos e aparelho dental!!!
mas criança é maldosa mesmo!!!fala para ela que ela e linda de qq jeito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!bjs

  1. Lucia Helena Cesar disse:

abril 20, 2011 às 1:54 am  (Editar)

Aos 5 anos ‘perdi’ meu avô e ganhei óculos…terrível…Mostre as fotos de qdo vc usava ainda criança, explique que para não entortar, e como disse a Paula, quem não usa quer usar! meus filhos sempre quiseram, Gabi, agora com 19 anos usa na faculdade e adora!
beijo nos três!

  1. Tatiane Holiver disse:

abril 20, 2011 às 11:54 am  (Editar)

Oi Mayra

Ela ficou linda de óculos, super charmosa.
É um mal necessário mas com certeza será para o bem dela.
O meu filho tem 11 anos e usa aparelho dentário há 2 anos, no começo ele não queria, disse que incomodava e que iria ficar feio, mas depois ele acostumou e está fazendo o tratamento correto, logo mais ele retira e vai ficar com os dentes perfeitos, eu conversei bastante com ele e deu certo.
Beijos

  1. Miriane Gizelle Medeiros disse:

abril 20, 2011 às 12:06 pm  (Editar)

Oi b dia tudo bem, estou grávida de 5 meses e tenho uma menina de 8 anos que também ganhou a pouco tempo óculos, tenta levar ela pra escolher uma armação mais moderna que não pese tanto no rosto dela. a turma da monica tem uma linha super clean e moderna pras meninas….no final as amiguinhas até estão querendo oculos como os dela, vou postar de casa uma foto pra vc com a armação dela….a gente sabe como criança sabe ser malvada umas com as outras qudo querem….por isso tentamos protejer ao maximo nossos pequenos…bjsss parabéns pela garra admiro muito ainda mais com 3 nossa…não é facil tem que ter muito jogo de cintura…

  1. silvana disse:

abril 20, 2011 às 8:28 pm  (Editar)

OIII Mayra, ela ficou linda, nao se preocupe, o meu filho, começou a usar óculos assim que começou a frequentar a escola com 5 anos de idade, isso passa, é uma fase, mas com ele foi diferente, ele tem hipermetropia e realmente precisava usar o óculos e terá que usa-lo para sempre, pois o grau é alto, hoje ele tem 14 anos. O médico ainda não sabe se ele vai conseguir usar lentes de contato ou fazer a cirurgia, mas fazer o que??? Ele precisa usar e infelizmente tem a questão do bullying, onde todos debocham e chamam as crianças de todos aqueles apelidos horrorosos e a gente não pode fazer nada. bjos adoro seu blog, felicidades pra vc e sua família e uma ótima Páscoa.

  1. Cris disse:

abril 22, 2011 às 6:21 pm  (Editar)

Oi Mayra, meu filho, hoje com 2 anos e meio, usa óculos desde os 8 meses. Prematuro, era um tiquinho de gente, com aqueles óculos verde água e um sorriso no rosto. Operou do estrabismo tb, mas ainda usa o óculos para evitar entortar de novo. De 5,5 já estamos em 0,75…logo logo vai largar seu companheiro de longa data…Difícil usar no começo, mas hoje não tem quem não conheça o Luca, o menino sorridente de óculos!!
bjs

  1. Alexandra disse:

abril 22, 2011 às 9:15 pm  (Editar)

Oi Mayra,

Ela ficou tão linda!!!

  1. Celina Jong (3 meninos) disse:

abril 23, 2011 às 12:00 am  (Editar)

Oi Mayra! A Julia ficou linda de óculos!
Mas que coincidência.. O meu do meio (4 anos também) também tem estrabismo mas só apareceu depois do nascimento do meu terceiro.. Tenho tido muita dificuldade de colocar o tampão nele, o óculos ele até aceita mas volta e meia ele tira e lá vou eu colocar de novo. Comentasses que ela operou, aconselhas a cirurgia? Estou cogitando muito pois o estrabismo não tá regredindo, só piorando em 1 ano e meio.
Grande beijo e feliz páscoa!

  1. Luciana disse:

abril 25, 2011 às 1:24 am  (Editar)

Ela está liiinda de óculos!

Acho que nessa idade a gente tem que tentar fazer o jogo do filme “A vida é bela”, transformando uma situação não tão agradável em algo legal. Faço isso às vezes com minha filha. E fingir que quem usa óculos é mais esperto, tem super poderes, consegue virar princesa, sei lá.Minha sobrinha está usando e adora, porque melhora muito a visão para ela. e ela tem óculos muito charmosos.
Boa sorte

  1. vera disse:

maio 3, 2011 às 1:27 pm  (Editar)

Ola, lindinha.
Adorei os seus óculos. A minha menininha tem um muito parecido feito de silicone para não dar alergia que compramos na Optique de France. Lá tem uma escolha enorme de óculos para bebes e crainças. Sempre aproveito pra recomendar, o Sr Michel que ajuda na escolha e aconselha as melhor lentes. Bjokas. Veruska.

  1. mayra disse:

maio 4, 2011 às 11:36 pm  (Editar)

Obrigada Vera pela dica!


Comentários :

Comente

O que fazer para meu filho comer bem – parte 4

Por: Mayra A.

Quando o Pedro nasceu eu mesma fazia todas as papinhas dele. Todos concordam com a clássica dupla arroz + cenoura. Claro que é gostoso, mas vamos inovar?

Para facilitar a vida das mamães — principalmente as de primeira viagem — preparei uma lista dos três grupos que coloco em todas as papinhas, sempre um ingrediente de cada.

Começo sempre com um pingo de óleo de canola e uma colher de cebola picada. Depois de refogar colocamos um item de cada grupo, água e deixamos cozinhar. Ah! Podemos sempre adicionar uma ervinha aromática, como salsinha, cebolinha, sálvia, tomilho… O bebê também pode ser gourmet!

Sugiro não colocar mais do que esses três ingredientes para que todas as papinhas não fiquem com o mesmo gosto. Colocando apenas três ingredientes poderemos variar bastante a combinação e fazer com que o bebê experimente de tudo.

Depois de pronta passamos a papinha na peneira (nunca no liquidificador!) e, aos poucos, vamos aumentando a consistência amassando apenas com um garfo, até que, por volta de um aninho e com alguns dentes, o bebê consiga mastigar.

Bom apetite aos pequeninos!

OBS: Sal e açúcar não tem valor nutricional e fazem mais mal do que bem. O ideal é papinha sem sal e suquinho sem açúcar!

 

Grupo 1 – Carboidrato

arroz

batata

mandioquinha

cará

batata doce

Grupo 2 – Proteína

carne bovina

frango

fígado

ervilha

lentilha

grão de bico

Grupo 3 – Legumes ou verduras

agrião

alface

abóbora

brócolis

beterraba

cenoura

espinafre

couve

escarola

repolho

chuchu

abobrinha

vagem

couve-flor

mostarda

 

17 Comentários para “Inspirando crianças a comer direitinho – parte 4”

  1. Aline (mãe de dois) disse:

abril 9, 2011 às 7:29 pm  (Editar)

Parabéns!!! A mamãe nutricionista aqui aprovou!!!

  1. Kátia Bizan_mãe de três! disse:

abril 10, 2011 às 1:58 pm  (Editar)

Obrigada!! Facilitou bastante, mas fiquei com uma dúvida… Como faço com a carne, pois sempre bati no liquidificador…

  1. Izabella disse:

abril 11, 2011 às 4:01 am  (Editar)

Oi Mayra,
meu bebe já come a papinha de legumes e semana que vem vou introduzir a carne/frango. Vc passa a carne tambem na peneira? como? obrigada e bjs

  1. Alexandra disse:

abril 11, 2011 às 7:09 pm  (Editar)

Oi Mayra,

Tenho um casal de gêmeos,olha a minha menina é boa de garfo,come de tudo um pouco,sem nenhum pudor,mas o meu menino,é complicadissímo,não gosta de mastigar,e qdo mastiga enrola pra engolir e ainda no final cospe,é de doer a alma,vou levar ele no pediatra pra ver o que faremos com a alimentação,pois eu sou muito preocupada com a alimentação,ainda mais hoje que a obesidade infantil,colesterol,entre outras tantas doenças se tornaram parte das crianças,com tantos fast food,eu temo muito tudo isso.

bjos

  1. Elia disse:

abril 12, 2011 às 5:53 pm  (Editar)

Mayra,
Com quanto tempo o francisco estava qdo vc começou a dar papinha?

  1. Roberta disse:

abril 12, 2011 às 6:51 pm  (Editar)

Adorei!!
Também sempre tive este cuidado com minha filha,hj com 2a4meses.
Vc é uma mae muito zelosa!!

Parabéns!!

  1. mayra disse:

abril 12, 2011 às 10:52 pm  (Editar)

Obrigada Aline! beijo,

  1. mayra disse:

abril 12, 2011 às 10:52 pm  (Editar)

Katia e Izabella,
Dou a carne para ele chupar, mas tem que ficar de olho para não engasgar… já viu aquela redinha pra colocar a comida dentro e não tem risco de engolir?
beijo,

  1. mayra disse:

abril 12, 2011 às 10:57 pm  (Editar)

Obrigada Roberta! beijo,

  1. Alice disse:

abril 16, 2011 às 6:35 pm  (Editar)

Obrigada pelas dicas.
Por que não se deve bater no liquidificador?
Obrigada!

  1. mayra disse:

abril 18, 2011 às 2:08 pm  (Editar)

Oi Alice, é para o bebê ir se acostumando com uma conscistencia mais firme e menos liquida…
Beijo

  1. Kátia Bizan_mãe de três! disse:

abril 22, 2011 às 10:51 pm  (Editar)

Oi Mayra!

Não conheço essa redinha e não consegui encontrar na internet… vc tem um link para conhecer?

  1. Sâmia disse:

maio 21, 2011 às 2:07 am  (Editar)

Adoraria ter tido essa dica 2 anos atrás! Era sempre um dilema a hora de variar a papinha do meu filho! rsrsrs…
Sorte das mamães de primeira viagem que tiveram acesso a esse cardápio. Mto bom mesmo!

  1. mayra disse:

maio 23, 2011 às 2:13 am  (Editar)

Obrigada Sâmia, espero poder ajudar! beijo

  1. BEBE.COM.BR Mãe de três » Blog Archive » O que eles aprendem vendo… disse:

junho 1, 2011 às 1:23 pm  (Editar)

[…] Como trabalho com culinária e sou mãe de três, muitas pessoas me perguntam como fazer para as crianças comerem. Já escrevi alguns posts sobre isso (vejam nos os links: 1, 2, 3, 4). […]

  1. Sara Simas disse:

julho 7, 2011 às 6:06 pm  (Editar)

Sara, acho esse site bem interessante e hoje abri esse blog, dentro do site, e descobri essa culinarista.
Legal para variar a sopinha do berçário.

Bj

Claudia

  1. Claudia disse:

julho 7, 2011 às 7:04 pm  (Editar)

Para vc variar o cardápio dos bebês


Comentários :

Comente

Amor de vó?

Por: Mayra A.

Se eu pudesse escolher não teria sido a primeira filha. Explico: tudo que os pais passam com o nascimento do primeiro filho é muito lindo, incrível mesmo. Mas é, principalmente, esmagador.

É uma mudança sem precedentes, e sem volta. Juro que nem lembro mais como eu era antes de ter meu primeiro filho. Não é outro capítulo. É outro livro. O amor é imenso, a preocupação também. Padecer no paraíso: é isso aí!

No segundo filho damos aquela respirada, mas ainda passaremos por algumas primeiras vezes: o primeiro ciúme do irmão mais velho, o primeiro peso na consciência (de estar com um e não com o outro), e o fato de ter que se dividir.

Com o segundo filho estamos mais relaxadas, pois já sabemos o que esperar do bebê. Mas, ainda não sabemos o que esperar da interação entre eles e das relações interpessoais complexas que se formam na família. E é por isso que…

O terceiro filho é o mais doce!

Sem brincadeira, quem é mãe vai entender o que estou dizendo: amamos nossos filhos igualmente, mas o que é isso que sentimos pelo terceiro?

Eu sei o que é: amor de vó! Leve como uma pluma e doce como mel.

Sabe aquele amor que não tem medo, não tem susto, não tem pudor e nem insegurança? Aquele que não tem tanta regra? Tipo casa de vó mesmo?

Não que eu já saiba tudo, mas o que eu não sei já não faz a menor diferença.

Ontem meu marido me disse o seguinte:

– “Por mim o Francisco dormiria todos os dias na nossa cama. Depois ele vai crescer e não vai querer mais!”

Claro que ele não vai dormir todos os dias (só as vezes), mas entenderam o espírito da coisa?

Digo que estou sendo vó do Francisco e que, a cada choro e cada biquinho, ao invés de me preocupar, acho ele a criatura mais linda do mundo!

 

42 Comentários para “Amor de vó?”

  1. Noemi disse:

abril 5, 2011 às 6:20 pm  (Editar)

Me sinto assim também , a diferença que é a minha primeira experiencia como mãe, mas me sinto a VoVó da Rafa, tudo é lindo.

  1. majoy disse:

abril 5, 2011 às 7:46 pm  (Editar)

Super verdade Mayra …eu nunca te ví assim com os outros(eu sou a mãe da Mayra! rss) Agora se vc é avó …afffffffffff..eu bisavó??!!! Ui… hehehe

  1. mayra disse:

abril 5, 2011 às 8:22 pm  (Editar)

Nossa Noemi, que sábia! rsrsrs eu só consegui isso no terceiro! rsrs

  1. mayra disse:

abril 5, 2011 às 8:23 pm  (Editar)

Hahahaha mami, se eu sou a vó, você pode ser a mãe! rsrsrs

  1. Tia Gigi disse:

abril 5, 2011 às 11:57 pm  (Editar)

Mayra querida, amor de vó é assim. . . cada vez que eu saio de lá. . .eu ganho energia para uma semana inteira. . .
Bjs da Tia Gigi

  1. Aline (mãe de dois) disse:

abril 6, 2011 às 4:33 pm  (Editar)

Linda,linda, linda, Mayra. Nossa, acho que vc está certa. Tbm me senti assim no primeiro e na segunda. Só falta o terceiro, mas, olha, já me sinto meio que avó da minha princesa… Na verdade nem sei pq nós somos tão bobas assim, até me culpo pelo jeito que fiz algumas coisas com o primeiro… pra quê tanta frescura? Acho que podei demais ele, tadinho, mas fazer o que, né, a gente aprende…
bjo

  1. mayra disse:

abril 6, 2011 às 4:45 pm  (Editar)

Tia Gigi, imagina então quando eu for vó de verdade! Como diz o Pedro: “O Francisco é minha gasolina!” rsrsrs

  1. Celina Jong (3 meninos) disse:

abril 6, 2011 às 9:18 pm  (Editar)

Oi Mayra! Lindo seu post até me arrepiei pois o meu caçula é exatamente assim, um doce. Eu e meu marido sempre comentamos, parece que o terceiro filho é como um brinde, um presente! São pelo que percebo mais tranquilos por natureza.
Grande beijo pra família!

  1. Flávia disse:

abril 7, 2011 às 11:57 am  (Editar)

Mayra. Desde o primeiro post teu te acompanho. Mas nunca escrevi nada.
Chorei no primeiro que li, da decisão de ter um terceiro filho. E chorei agora com este. Tenho 2 filhos – 3 e 1 ano e sempre quis ter 3. Lendo vc, tenho certeza que é isso mesmo que quero pra minha vida também… Adoro ler vc. Abraço grande pra família toda.

  1. Daniele disse:

abril 7, 2011 às 12:28 pm  (Editar)

Bem, eu ainda não conheço esse sentimento, estou no primeiro filho (2 anos) e planejando o segundo, e nem sei se chegarei a ter o terceiro! Pra mim ainda é tudo mágico e maravilhoso, e dá um medinho de ter outro, mas eu quero.
Mas sou a caçula e terceira! Será que minha mãe sentiu isso?

Beijos

  1. Debora disse:

abril 7, 2011 às 12:39 pm  (Editar)

Poxa… que sensível isto!!Tenho dois meninos!! Meu primeiro foi tão dífícil para mim que até crise do pânico eu tive. O segundo… bem mais leve… e como! Tenho amigas que não querem se dar ao direito de ter o segundo. Digo a elas que é uma pena… pois parece que agente só consegue sentir a leveza da maternidade com o segundo filho…(salvo exceções, claro.) Infelizmente não poderei ter o terceiro! Mas estou muito feliz com meus “dois cuequinhas”!!!rsrs

  1. Flávia disse:

abril 7, 2011 às 1:52 pm  (Editar)

Você descreveu sabiamente este sentimento,parece que a experiência nos ensina que nem tudo deve ser ao pé da letra, é um direito que adquirimos se sermos mais tranquilas e condecendentes conosco e com eles.Amo a todas minhas 3 meninas, mas a relação com a terceira parece um misto de uma saudade de um tempo que voa e não volta mais.

  1. Lilian disse:

abril 7, 2011 às 3:03 pm  (Editar)

concordo plenamente com voce tbm sou mae de tres meninos e olha que o terçeiro e sem explicação ,amo demais meus filhos mas tudo o que o terceiro faz e como se os outros nao tivesse feito, ele é meu xodozinho meu denguinho.

  1. Patricia disse:

abril 7, 2011 às 3:52 pm  (Editar)

Eu tenho 2 e já tenho vontade de ser avó…rs. Acho que o 3º filho é um amor sem tanta preocupação..

  1. Cibele disse:

abril 7, 2011 às 4:20 pm  (Editar)

Foi incrível a sua comparação e concordo plenamente com você,pois tenho Leonardo de 15 anos,Giovanni de 14 anos e Vincenzo de apenas 2 aninhos e exatamente como me sinto: vovó,tudo tem mais graça,até as “artes”que ele apronta como espalhar hidratante pelo chão do quarto,que antes com os outros teria sentado no chão e chorado, com ele rimos juntos,detalhe:eu e os meninos,eles curtem muito o pequeno.A vida fica mais leve e o pai ta um perfeito vovozão,brinca no tapete da sala e ate dança…Valeu muito…trouxe mais alegria ao nosso lar!

  1. NADIR disse:

abril 7, 2011 às 7:30 pm  (Editar)

Ola…
Olha nunca vi um texto tão certo, vc tirou as palavras do que eu me sinto.Depois de 12 anos tive minha 3 filha, e me sinto assim…leve,e realmente ja tinha me perguntado QUE AMOR É ESSE ??? Agora vc já colocou nome pra mim….AMOR DE VÓ…
Beijos
Parabéns e Obrigada

  1. Ligia_também mãe de 3 disse:

abril 7, 2011 às 8:51 pm  (Editar)

Olá,

me identifiquei com seu post!
Aliás é muito difícil colocar em palavras o que sinto com meu terceiro filho (tenho 3 meninos – 7 anos, 4 anos e 3 meses)…amo os 3 imensamente e particularmente.
Mas minha relação com o caçula é extremamente diferente do que foi com meus dois primeiros. Até o choro dele eu curto de montão, sei que tudo passara muito rápido, que aquele cheirinho de bebê deiará de existir, que aquele sorriso baguela será logo, logo cheio de dentes e por ai vai.
Como você disse é uma curtição de vó e vô sem preocupações e medos só com a mistura de amor + saudosismo da epoca dos irmãos bebês.

Beijos a família, Ligia

  1. Lara Dias disse:

abril 7, 2011 às 9:54 pm  (Editar)

RSRSRSRS!!! Não tenho duvida alguma de que amo meus três filhos igualmente, e amo muiiiiiiiiito! Mais pela Marcella (caçula, sinto exatamente isso, e nunca havia conseguido definir.

  1. Samira disse:

abril 7, 2011 às 10:12 pm  (Editar)

Que legal Mayra acho que fui pega nesse amor támbém, mas ainda estou com 28 semanas de gesta. o nascimento é pra Junho, sou mãe de duas lindas meninas uma de 7 anos e a outra tem 1ano e 9 meses. agora estou grávida de um menino meu maior sonho e no primeiro ultrasson chorei, parecia ser o primeiro, estou tentando me controlar pras minhas princesas não sentirem cíumes, mas não sei não, embora a minha primeira está feliz com o irmão. Beijos e felicidade…

  1. Dhebora disse:

abril 8, 2011 às 4:01 am  (Editar)

achei lindo o seu comentário, até me emocionei … também sou mãe de três, duas meninas e um menino mais novo, que já está com cinco anos … você tem razão, filhos sempre são uma benção em nossas vidas, mas o terceiro é a maior curtição!

  1. Karina Simiao disse:

abril 8, 2011 às 1:28 pm  (Editar)

vc descreveu muito bem o meu sentimento com minha princesa e a relaçao dos outros dois… quando o segundo nasceu, deixei o Lucas mimado, sentindo culpa por ter colocado outro…. com a Bia, agora, o segundo ficou realmente o sanduiche…. sem mimos desnecessarios e sem ciume da princesa, pois tratamos com a naturalidade que queriamos ter tratado quando tivemos o segundo….

  1. Gracy disse:

abril 8, 2011 às 4:12 pm  (Editar)

Que bom Mayra saber que no segundo filho nos sentimos mais relaxada, no momento estou grávida de 4 meses dos meu segundo filho e é outro menino, para falar a verdade ainda estou insegura, com medo de não dar conta, de nçao saber lidar com os ciúmes do Gabriel (primeiro filho).Obrigada pelas dicas.Abraços!!!

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:52 pm  (Editar)

Pois é Aline, vamos aprendendo a relaxar, né? beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:52 pm  (Editar)

Verdade Celina, com o tempo vamos nos tornando mais experientes, sorte do 3o filho! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:54 pm  (Editar)

Daniele, pode perguntar pra sua mãe, aposto que sim! você deve ser a “mimadinha” rsrsrs. Depois me conta! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:55 pm  (Editar)

Debora, cada uma sabe se deve ou não ter o segundo ou terceiro filho, mas eu, sinceramente teria 4! Acho uma delícia! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:55 pm  (Editar)

Flavia, já me disseram isso, que o terceiro (último) não queremos que cresça… depois te conto minha experiência! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:56 pm  (Editar)

Lilian, como você faz para desfarçar com os outros dois? rsrsrs
Preciso saber!

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:57 pm  (Editar)

Obrigada Cibele, que gostoso ouvir isso! Vamos curtindo nossos “netinhos”! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:58 pm  (Editar)

Que gostoso Nadir, ter mais um depois de tanto tempo! Me deu uma boa idéia! rsrs

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:58 pm  (Editar)

Isso mesmo Ligia, exatamente como me sinto! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 4:59 pm  (Editar)

Lara adorei saber que não sou a única! Assim não fico com peso na consciência! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 5:00 pm  (Editar)

Samira, ciúmes eles sempre tem, não tem jeito! Curta bastante o seu 3o, se descobrir um jeito de desfarçar para as mais velhas me ensine!
beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 5:01 pm  (Editar)

Dhebora, obrigada pelo seu comentário. Fico feliz em participar assim na sua emoção! beijo,

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 5:02 pm  (Editar)

Karina, me ensina melhor, a minha do meio está com ciúmes!!!

  1. mayra disse:

abril 8, 2011 às 5:02 pm  (Editar)

Gracy, vai dar tudo certo! beijo e boa sorte.

  1. majoy disse:

abril 8, 2011 às 10:37 pm  (Editar)

Só que eu realmente espero que o Francisco seja o caçula…ô gente animada!!!! hahahahah
Mamis

  1. Kátia Bizan disse:

abril 10, 2011 às 1:36 pm  (Editar)

kkkkkkkkkkkk… e não é que é verdade???? A gente curte muiiiito mais o terceiro devido a segurança da experiência que é uma coisa de vó mesmo!!!

  1. Janaina disse:

abril 12, 2011 às 4:30 pm  (Editar)

Como eu gostaria de me sentir assim,sou mãe de primeira
viagem e a cada passo do meu filho meu coração vai na boca ,a cada sono mais demorado eu vou logo vê-lo meu coração vai na boca varias vezes ao dia.BEIJOS

  1. mayra disse:

abril 12, 2011 às 10:55 pm  (Editar)

É assim mesmo Janaína, algo que você tem que viver… boa sorte! beijo,

  1. Bárbara disse:

abril 19, 2011 às 5:16 pm  (Editar)

Se eu já tô mais relax com o segundo, com o terceiro deve mesmo ser uma maravilha… E olha, estamos como o seu marido… Deixando cada dia mais ele dormir no meio, pq realmente, logo ele não via querer mais
Bjs

  1. mayra disse:

abril 19, 2011 às 5:24 pm  (Editar)

Bárbara, é isso mesmo, só não esquece de ficar a sós com o maridão as vezes, tá? rsrsrs


Comentários :

Comente

Ciúmes do Francisco – parte 2

Por: Mayra A.

A Julia soltou algumas pérolas ontem. A primeira foi quando ela chutou, para que eu visse, o boneco-bebê que representa o Francisco no nosso banquinho-enfeite.

Eu disse:

– “Nossa, Julia. Que chato chutar o seu irmãozinho…”

E ela:

– “Tô chutando só o boneco, qualé ?”

Não tive resposta para ela e achei bem engraçado. Realmente ela devia querer chutar o real. No caso de chutar só o boneco seria um delito leve, ou seja, 100% desculpável.

Logo em seguida ela disse assim:

– “Quando eu for adulta vou morar aqui no nosso prédio no 21. Eu, meu namorado e meus filhos.”

E eu dei bastante corda e fui perguntando todos os detalhes. Ela dizia, basicamente, que iria expulsar eu, o André, o Pedro e o Francisco de casa. E ficar com o apartamento pra ela!

– “Você e o papai já vão estar velhinhos. Podem ir morar em outro lugar. O Pedro e o Francisco também. Eu vou morar no seu quarto e meus dois filhos nos outros dois quartos. Um quarto pra cada um eu acho melhor. Sabe, mamãe, daquele jeito que era antes?”

Melhor rir pra não chorar (ela cedeu o quarto para o Francisco e foi dormir com o Pedro)…

Prometo Jujú, que algum dia você vai adorar ter mais um irmão!

 

Já tirei a plaquinha Francisco, pois todos são igualmente importantes!

Beijos, Má!

 

10 Comentários para “Ciúmes do Francisco – parte 2”

  1. Bárbara disse:

abril 1, 2011 às 11:59 am  (Editar)

Ai Mayra, é complicado mesmo, a Ellen sempre lança alguma coisa tb… Sempre ela diz que odeia o irmão, em outras horas, que ele é a pessoa mais legal do mundo…
Complicado, porém, passa!
E com certeza, a hora em que ele estiver brincando com ela, ela vai amar ensinar tudo pra ele…
bjs

  1. Izabella disse:

abril 1, 2011 às 1:30 pm  (Editar)

Oi Mayra,
adoro seus posts, vc transforma os problemas em acontecimentos mais tranquilos enxergando tudo com mais humor. “Quando eu crescer quero ser assim”, rsrs. Tenho um bebe de 5 meses e gostaria de estar encarando tudo com mais leveza. Quem sabe quando tiver o segundo filho e tudo nao for novidade. Beijos, continue nos alegrando, Izabella

  1. Aline (mãe de dois) disse:

abril 1, 2011 às 5:33 pm  (Editar)

É Mayra, é ruim pra ela, eu que sou a mais velha de 3 irmãos (que minha mãe teve em 3 anos) sei o que é sentir ciumes dos menores… Mas não se preocupe demais não, tente dar bastante carinho a ela, até carinho de bebe, como um colinho de vez em quando, um cafuné para dormir, mas ao mesmo tempo elogiando muito ela quanto ao crescimento, ao te ajudar com as coisas da casa e do irmão pra ela se sentir importante, valorizada (sinto que faltou isto comigo). No futuro os 3 serão grandes companheiros, vc vai ver…
bjo

  1. Tatiana disse:

abril 1, 2011 às 5:53 pm  (Editar)

Oi Mayra,

Lembra que eu te disse que a minha do meio é a que dá mais trabalho? Pois é, continua do mesmo jeito, ela tem 5 anos e minha caçula tem 10 meses. Para chamar nossa atenção ela faz de tudo, até mordeu o pezinho da Elisa dia desses! Ela amassa, aperta, sobe, chupa a bochecha, pega no colo quando nos distraimos, conto até 10 para não perder a paciência com ela. Mas tenho certeza que isso vai passar e que um dia elas serão grandes amigas!!!
um beijo
Tatiana

  1. mayra disse:

abril 4, 2011 às 8:50 pm  (Editar)

Verdade Bárbara, não vejo a hora! beijo,

  1. mayra disse:

abril 4, 2011 às 8:51 pm  (Editar)

Obrigada Izabella pelo seu comentário, fiquei super feliz! Puxa, estar alegrando a vida de alguém é muita honra. O primeiro filho não foi fácil não, posso imaginar… se você chegar a três vai ver como tudo fica mais fácil.
beijo e boa sorte!

  1. mayra disse:

abril 4, 2011 às 8:52 pm  (Editar)

ötimas dicas Aline, vou seguir! Obrigada,

  1. mayra disse:

abril 4, 2011 às 8:53 pm  (Editar)

Tatiana, sei que só muda de endereço… rsrsrs espero que tenhamos bastante paciência sempre, né?
Tadinhas, no fundo estão sofrendo…
beijo e obrigada pelo conselho!

  1. Mari Vieira disse:

abril 24, 2011 às 8:57 pm  (Editar)

Adoro seus posts…principalmente pq estou no meu primeiro filho que ainda tem 7 meses e tudo é muito complicado ainda…e muitas vezes lendo seus posts tento relaxar um pouco mais…achei ótimo vc falar de deixar o Francisco dormir na cama e não me sinto tão culpada quando coloco o Daniel para dormir na minha na hora em que nada mais resolve e preciso realmente dormir kkk….bjs

  1. mayra disse:

abril 28, 2011 às 1:35 pm  (Editar)

Mari, precisamos ser firmes mas também somos humanas. Relaxar as vezes faz bem! beijo e boa sorte!


Comentários :

Comente