Arquivo mensais:julho 2011

Viajando com crianças

Por: Mayra A.

Para viajar com eles, principalmente quando são três, é preciso muita animação! Se você for pensar no trabalho que vai ter só para arrumar as coisas, onde cada um vai dormir e o que vão comer já vai desistir. Nessa hora é bom agir por impulso: vamos e pronto! Afinal, o ser humano já foi nômade e sempre deu certo.

Sugiro levar uma boa malinha de remédios (abastecida com antibiótico, Plasil, Tylenol, Alivium, Floratil, antialérgico e termômetro, porque pode ser difícil conseguir uma receita). Outra ideia, que pode te salvar em diversas situações, é levar doces, balas, chicletes e pirulitos. Tudo isso cabe numa necessaire.

Outra coisa importante é saber descomplicar. Tudo que você acha que pode precisar vai ter que ficar em casa. Só dá pra levar mesmo o que for essencial. Para o bebê uma versão guarda-chuva do mega carrinho e um brinquedo que já sirva de móbile… Sabe aquele brinquedo que seu filho adora? Não precisa levar, porque lá terão outras coisas para fazer.

Eu tento não levar nada mesmo. Daí eles percebem que não precisam absolutamente de nada do que têm. Quando a gente os tira do mundinho deles, eles ficam abertos para conhecer coisas novas e estabelecer novos vínculos. Sempre ouvi dizer que crianças crescem muito nas férias e é a pura verdade.

Aproveito as férias para fazer algumas mudanças. Nessas últimas, fiz o Pedro e a Julia desarrumarem a mala chegando no hotel e escolherem, todos os dias, a roupa que iriam usar. Mostrei onde ficava a roupa suja e só dizia o que íamos fazer e pedia para eles se aprontarem.

Férias escolares são uma chance que temos, duas vezes por ano, de mudar os hábitos ruins que se instalaram, passar um tempo intensivo com eles e vê-los crescer… Amo!

Tome uma dose de coragem e parta sem pensar!

 

8 Comentários para “Viajando com crianças”

  1. Tatiane Holiver disse:

julho 28, 2011 às 9:40 pm  (Editar)

Mayra vc está certa tem que ir e nem pensar no trabalho que vai dar.
Aqui em casa somos em 4 e eu já tenho preguiça de arrumar tudo e muitas vezes acabo desistindo de ir viajar, mas depois me arrependo pq se eu agir assim nunca vou poder curtir os bons momentos em família, não é verdade? Tudo tem o seu lado bom e o ruim mas vale a pena o esforço.

Beijos…

  1. Kátia Bizan (mãe de três) disse:

julho 29, 2011 às 8:36 pm  (Editar)

Oi Mayra!!

É verdade!! Eu sou muito “passeadeira” e não penso duas vezes se aparecer a oportunidade de passear (muitas vezes sou eu que invento o passeio!!) E carrego os três mais o maridão e “vamo bora!!” Tem que curtir mesmo!! Daqui a pouco crescem e acabou a diversão de vê-los descobrindo o mundo!!

Bjs!!

  1. MAJOY disse:

agosto 1, 2011 às 3:05 am  (Editar)

Que máximo filha !!!! Super parabéns ,estou sempre observando seu crescimento como ser humano e como mãe também!! Te amo!!!!beijão

  1. mayra disse:

agosto 1, 2011 às 11:47 am  (Editar)

Obrigada mami! beijocas,

  1. mayra disse:

agosto 1, 2011 às 11:49 am  (Editar)

Isso mesmo Tatiane, coragem! Rsrs

  1. mayra disse:

agosto 1, 2011 às 11:50 am  (Editar)

Que bom ver outras mães de três animadas! beijo,

  1. Aleteia disse:

agosto 2, 2011 às 11:35 am  (Editar)

Acabo de voltar de ferias a primeira com as tres meninas,foi muito bom mas estou exausta.

  1. Thamara disse:

agosto 5, 2011 às 4:14 pm  (Editar)

Eu também adoro passear com meus 2 … uma de 3 anos e meio e o bebê de 3 meses, mas levo a tralha toda …


Comentários :

Comente

Revista Vida Simples – 07/11

Por: Mayra A.


Comentários :

Comente

Inspirando as crianças – Parte 5

Por: Mayra A.

Ontem levei o Francisco, que fez 5 meses, para sua consulta mensal. Fiquei impressionada com as mudanças na conduta do pediatra (detalhe: ele continua o mesmo!) desde que fui levar o Pedro, há quase 7 anos.

Hoje todos estão preocupados com a obesidade infantil. Segundo o médico, leite integral só até os dois anos. Depois, o recomendável é o semidesnatado, que tem as mesmas propriedades e menos gordura.

Suco para o meu bebê de 5 meses não é indicado! Tem muitas calorias… Melhor apostar na papinha de legumes, frutinha de sobremesa e leite. Se tiver sede (além do leite) é para tomar água mesmo.

Leite integral: só até os dois anos!

Na mamadeira ‘ideal’: apenas água para os bebês?

Entendo. Afinal, 3 laranjas espremidas são uma bomba calórica. Mas eu nunca tinha pensado que bebês de poucos meses precisariam se preocupar com isso… Pelo jeito, sim!

Surfando na nova onda, pra você Francisco, uma mamadeirazinha de H2O!

Beijos, Má!


Comentários :3

Comente

Voou

Por: Mayra A.

Passou rápido demais. Juro que eu não estava preparada.

Deixa eu explicar. Estou num hotel cheio de monitores incríveis. E, o Pedro e a Julia, pela primeira vez na vida, não querem saber de mim. Eles só querem, só pensam em brincar. Mas com outras crianças. De uma hora pra outra, mamãe não é mais o morango do Nordeste!

Hoje estava com eles na piscina e o Pedro disse assim:

– “Mãe, tô com fome. Fica aí! Vou almoçar e já volto!”

Como assim? Fiquei estupefata (nunca usei esta palavra, mas hoje precisou) e não consegui dizer nada. Ele foi e voltou. Contou que pediu ajuda a uma pessoa que enxergava melhor a mesa para fazer o prato dele, comeu e voltou sozinho. Fala sério filho, você estava sonegando informações ou também descobriu hoje que era capaz de fazer isso?

Claaaaro que sei que é saudável, mas sabe… Sou humana! Deus do céu… Já foi.

Hoje sinto ainda mais prazer nos momentos que estou com eles, que já não são mais todos que eu gostaria. Antes eu é que limitava os momentos que estaríamos juntos. Agora SÃO ELES!

Hoje – em um dos momentos lindos que eles e eu resolvemos estar juntos – andamos de bicicleta e brincamos de siga o mestre, cada um liderando o caminho na sua vez. Foi bem ilustrativo: É bem isso que estão fazendo… Eles se tornam os mestres de suas vidinhas.

O legal de quando os filhos não precisam mais de nós o tempo todo é ver que ainda assim escolhem e preferem, em alguns momentos, estar na nossa companhia. A partir de quando passa a ser uma escolha, podemos ficar ainda mais felizes. Pode ser que sejamos pais legais.

Outros posts:

« Crianças de férias

Viajando com crianças »

14 Comentários para “Voou”

  1. Patricia Abbondanza disse:

julho 19, 2011 às 12:59 am  (Editar)

Deixa eu aproveitar o meu pequeninho entao!!! Rsrsrsrs
Adorei o texto! Bjs

  1. Joice disse:

julho 19, 2011 às 7:55 pm  (Editar)

Voi aproveita bem o meu Vinicius que está com 2 anos,e o bebezinho que está a caminho na minha barriga com 9 semanas…Esse sim ainda é só meu..Ah se não for demais gostaria de saber qual hotel é esse queremos viajar com o pequeno e quero um lugar assim com vários monitores e atividades…Bjo..

  1. Majoy disse:

julho 19, 2011 às 10:50 pm  (Editar)

Aiiiiii Mah…me emocionou muito ,pois me lembrei de quando vcs dois começaram a levantar vôo e finalmente voaram para iniciar suas vidas independente do pai e mãe….é a vida ,eles são saudáveis e vcs bons pais….. Bjs te amo!

  1. mayra disse:

julho 19, 2011 às 11:46 pm  (Editar)

Obrigada mami… vc já passou por isso né?
Obrigada pelo seu comentário, estou feliz por eles! beijo,

  1. Tatiane Holiver disse:

julho 19, 2011 às 11:58 pm  (Editar)

Oi Mayra

Passa muito rápido mesmo, eu tenho o Bruno de 11 anos e vi o quanto o tempo passou e agora ele está em uma fase pré-adolescente e eu olho para ele e nem acredito que já tenho um filho moço. E tenho a Letícia de 1 ano e 9 meses e já sinto falta de ela ser aquela pequena bebêzinha e ficar no meu colo, hoje em dia ela anda, brinca e está aprendendo muitas coisas, logo mais me deixa de lado tbm, aí que dor no coração.
Aproveita que vc tem o Francisco e curte muito.

Bjs

  1. Renata disse:

julho 20, 2011 às 4:41 pm  (Editar)

Olá Mayra,
Estas sábias palavras me fazem ter certeza de que a troca de uma vida de executiva em uma multinacional por uma vida mais livre e sem regras para ver o meu Pedro (1ano)crescer, fez todo o sentido! Parabéns pelo seu blog, vou seguir! Já virei fã da Dedo de Moça e de você e Patrícia! Bjs e sucesso!

  1. mayra disse:

julho 20, 2011 às 7:03 pm  (Editar)

Obrigada Renata, fico contente! Acho legal poder trabalhar e também curtir os filhos, não é fácil, mas tenho certeza que encontrará alguma opção! beijo,

  1. mayra disse:

julho 20, 2011 às 7:05 pm  (Editar)

Verdade Tatiane, ainda bem que tenho o Francisco! rsrs

  1. cris disse:

julho 23, 2011 às 2:28 pm  (Editar)

Passa muito rápido mesmo, eu tenho o Bruno de 11 anos e vi o quanto o tempo passou e agora ele está em uma fase pré-adolescente e eu olho para ele e nem acredito que já tenho um filho moço. E tenho a Letícia de 1 ano e 9 meses e já sinto falta de ela ser aquela pequena bebêzinha e ficar no meu colo, hoje em dia ela anda, brinca e está aprendendo muitas coisas, logo mais me deixa de lado tbm, aí que dor no coração.
Aproveita que vc tem o Francisco e curte muito.

BjssObrigada Renata……………

  1. Michele disse:

julho 23, 2011 às 3:03 pm  (Editar)

Olá Mayra!

Amei seu blog, tenho dois meninos o Lucas de 7 anos e o Miguel de 6, agora estou aguardando a chegada da minha princesinha, estou de 36 semanas, gostaria de parabenizar vcs por abrir este espaço para mães de três… hoje em dia é mais difícil encontrar mães como nós rsrs, vendo seu exemplo e de outras mães que deixam comentários tenho ainda mais convicção de que filhos são uma benção e temos que aproveitar cada momento ao lado deles.

Um grande beijo

  1. mayra disse:

julho 25, 2011 às 1:34 am  (Editar)

Obrigada Cris, é isso aí, precisamos aproveitar! beijo,

  1. mayra disse:

julho 25, 2011 às 1:35 am  (Editar)

Isso mesmo Michele, tudo de bom pra sua bebezinha e pra sua família grande. É uma delícia! beijo,

  1. Kátia Bizan (mãe de três) disse:

julho 29, 2011 às 8:39 pm  (Editar)

Oi Mayra!!

Nossa!! Até eu fiquei estupefata ao ler… Imaginei minha filha mais velha fazendo isso sem eu por perto… Que estranho!!! rs..rs.. Vai chegar minha vez também… snif… snif…

Bjus!!

  1. mayra disse:

agosto 1, 2011 às 11:48 am  (Editar)

Vai sim Katia, resta aproveitar agora! Brincadeira, todas as fases são legais. beijo,


Comentários :

Comente

Inspirando as crianças – Parte 4

Por: Mayra A.

Como trabalho com culinária e sou mãe de três, muitas pessoas me perguntam como fazer para as crianças comerem. Já escrevi alguns posts sobre isso aqui (vejam nos links: 1, 2, 3).

Hoje quero abordar o tema, novamente, para ilustrar algo que sempre tento explicar. O exemplo. As crianças aprendem muito enquanto estão apenas nos observando.

Ontem levei o Pedro e a Julia jantar comigo em um restaurante japonês. Eu como coisas esquisitíssimas, confesso, e eles quando veem, ficam interessados. Mas muitas vezes fazem:

– “Eca!”

Ao conversarmos tranquilamente, sem pressão do tipo Vocês têm que experimentar, senão não trago mais, eles escolheram o que iam comer. Julia pediu pepinos e alga com shoyu. Pedro pediu sashimi de atum e salmão e arroz grudento. Pedi mais um bifinho para completar. Afinal, de vento ninguém vive. Eles comeram mais ou menos e o meu pedido chegou.

Estavam me olhando e quiseram experimentar o sushi de polvo. Sim, eu contava uma história sobre as ventosas. Eles quiseram pegar na mão e, no final da história, muito curiosos, já estavam com o treco na boca.

Depois, eu tomava minha missoshiro e arriscaram um golinho. E assim vai. Sem stress, aos poucos, conhecendo um ingrediente aqui, outro ali. Só sentir o cheiro já é uma maneira de experimentar. Experimentar, para mim, é vivenciar usando os cinco sentidos, não apenas o paladar.

Ah, esqueci de contar que a Julia deu uma mordida naquela folha japonesa meio adstringente (esqueci o nome) que colocam para enfeitar no prato de sushi e também curtiu.

Ah, como eles aprendem vendo!

O melhor aconteceu hoje. Acabamos de almoçar e lavei a louça, coisa que eles nunca tinham me visto fazer. Outro motivo para a atitude que irão tomar foi que minha mãe, essa semana, comentou que os filhos do namorado dela punham a mesa e lavavam a louça…

Acabamos de comer e lá foi o Pedro para a pia dizendo:

– “Mamãe, agora eu que vou lavar a louça”. Depois a Julia resolveu imitar também.

No final eram os dois (e a cozinha!) molhados. Mas deixei. Achei legal. Só trocar de pijama e pronto.

Beijos, Má!


Comentários :5

Comente

Revista Joyce Pascowitch – 07/11

Por: Mayra A.


Comentários :3

Comente

Crianças de férias

Por: Mayra A.

Sou mãe há quase sete anos. E, confesso que, até dois anos atrás, eu ficava desesperada quando as crianças entravam em férias. Ficava contando as semanas para que eles pudessem se ocupar novamente. Tudo, então, ficaria tranquilo mais um vez.

O que mudou nestes últimos dois anos? Aparentemente, um conjunto de motivos: eles cresceram e estão mais independentes. Estou mais experiente e relaxada. Estou trabalhando mais. Portanto, mais saudosa.

Hoje A-D-O-R-O quando eles estão de férias. Tenho vontade de esconder todos os relógios da casa e ficar só com o meu, de punho.

Durmam até tarde, fiquem de bobeira no sofá, desçam para brincar no prédio e fiquem até a hora que cansar, almocem um pouco mais tarde, tomem banho alguma vez no dia, mas sem horário.

Hoje em dia as crianças precisam mais de férias que os adultos! Quantos horários eles tem! E olha que eu sou contra colocar eles em mil aulinhas e fazer da vida uma maratona. Mas, mesmo assim, eles tem uma rotina de deixar cansado qualquer um.

Filhotes queridos, aproveitem esse mês delicioso e sejam crianças! Vamos brincar, ir ao cinema, chutar bola, fazer brigadeiro e tudo que vocês tem direito!

 

4 Comentários para “Crianças de férias”

  1. Jennifer disse:

julho 7, 2011 às 1:58 pm  (Editar)

Oi Mayra…
Férias é para isso mesmo… Aliás as minhas começam amanhã… rsrsrsrs. Eu sempre tiro férias no mês de julho e meu esposo em janeiro, para que nossas filhas, uma de 9 e a outra de 3, possam aproveitar para sair, brincar, passear, fazer coisas diferentes.. porque ficar refestelado no sofá só assistindo televisão também não dá, né??
Apesar que eu confesso, depois das férias, eu fico sempre precisando de outras, poderia ser até só de dois dias, só pra mim.. kkkkkk
ótimas férias para nós!!!
Beijos

  1. mayra disse:

julho 8, 2011 às 1:09 am  (Editar)

Boas férias Jennifer! beijo,

  1. Yara Laet disse:

julho 8, 2011 às 12:34 pm  (Editar)

Mayra legal seu post. Minha filhota de 2 anos e 9 meses está de férias desde o dia 28 e tá uma comédia. Trabalho até às 14 hs e qdo chego em casa antes de um beijo, já escuto um: vamos pra onde hj Mamãe? Então tô curtindo mesmo, aproveitando, passeando, vivendo cada momento com ela. Bjão pra vcs

  1. mayra disse:

julho 11, 2011 às 6:07 pm  (Editar)

Pra você também Yara, boas férias!


Comentários :

Comente