Arquivo mensais:abril 2013

Site Glamurama – 04/13

Por: Equipe Mayra A.

Link para a matéria aqui


Comentários :

Comente

Site Gira SP – 04/13

Por: Equipe Mayra A.

Link para a matéria aqui


Comentários :

Comente

O que aprendi com a Rosely Sayão sobre educação!

Por: Mayra A.

Este mês de abril tive o privilégio de participar de um programa de 4 aulas sobre educação organizado pela minha querida coach Alê Sanchez, da You in Action com a ilustre Rosely Sayão como convidada. Nem pisquei. Foram 4 encontros de quase 3 horas e muita coisa para pensar.

Vou colocar aqui apenas alguns tópicos, que falaram diretamente comigo. Tenho certeza que outras participantes absorveram de outra forma, cada uma do seu jeitinho.

1) Mudança no conceito do que é família:

Até 1960 tínhamos pais mandões e filhos obedientes, casamento “até que a morte os separe” como padrão, o centro da família era o casal, família aberta aos ramos familiares, as pessoas tinham certezas, o mundo era homogêneo. Os filhos eram educados para tomarem conta de suas vidas.

Hoje temos filhos mandões e pais obedientes, casamento “até que a vida os separe e o centro da família passa a ser os filhos, o núcleo familiar está mais reduzido à pequena família e as pessoas não tem mais certeza de nada, o mundo passa a ser heterogêneo, não há referências. Os filhos hoje são educados para o caminho escolar, porém isso é um equívoco, pois não sabemos mais como será o mercado de trabalho deles.

Devemos repensar o núcleo familiar reduzido, pois a família extendida é legal para ensinar aos filhos diferentes jeitos de amar.

O conceito de amor líquido está ligado a esta nova realidade, no qual os pais amam os filhos desesperadamente, pois enxergam esta como a única relação eterna. Muito cuidado com o peso que colocamos nas crianças, cada vez que desesperadamente dizemos amá-los esperando uma resposta recíproca. Esta relação não permite o ódio aparente.

2) Relação com babás: as babás não precisam educar seu filho, elas apenas repetem um comportamento que você instruiu. Babá administra a rotina, educação é pensarmos o que queremos para eles, não o que fazemos no dia a dia.

3) Equilíbrio na relação pais-filhos: considerar o filho como um sujeito, não fazer por eles. Nunca considerar seu filho como café com leite. Ex: quando jogamos um jogo com eles não precisamos deixar eles ganharem. Eles tem que ver alguma vantagem em ser adulto.

4) No pain no gain: evitar deixar apenas a parte boa para nossos filhos, pois se isso acontecer eles nunca vão desejar crescer. Ex: numa festinha infantil sempre levá-los, sem que eles tenham que pedir, pensar em qual roupa usar, pensar em comprar ou embrulhar um presente, eles tem que vivenciar todas as partes chatas que estão ligadas à uma coisa legal.

5) Especialistas: hoje há uma tendência em derivar a maternidade para especialistas: escola, psicólogo, babás… Maternidade não se deriva.

6) Culpa: a geração de mães de 60 tiveram filhos sem culpa nenhuma. Hoje temos culpa pois não conseguimos tirar nossos filhos do centro da família. Precisamos aprender a suportar a frustração de nossos filhos sem culpa. O papel deles é reclamar, bater o pé, e o nosso é ficarmos firmes. Eles não vão achar tudo que dissermos legal, mas E DAÍ? “Vamos parar de querer que eles gostem, vamos apenas esperar que eles façam”

Rosely deu um exemplo muito bom, que deixou seu filho sair do piano para fazer violão, quando ele era adolecente, pois imaginou que estaria respeitando sua individualidade. Depois quando adulto, ele disse a ela: “Não sei porque você deixou eu sair do piano, se eu tivesse continuado…” Ou seja, não importa o que a mãe faça sempre estará errado, portanto não se culpe!

7) Como dar atenção aos seu filho: não precisa ser brincando com ele no chão. Pode ser indiretamente, preparando seu lanche, arrumando seu armário…  Ele vai notar.

8) “O que eu faço agora, mãe?”- Eles precisam aprender a inventar as próprias brincadeiras. Quando eles fazem esta pergunta eles querem que ajudemos-os a chegar na resposta sozinhos, eles não querem uma resposta rápida e eficiente nossa. A melhor resposta é uma outra pergunta: “Vamos pensar filho… O que você poderia brincar aqui desta estante?” Se enchermos as crianças de conteúdo, aulas particulares e programas o tempo todos estamos sabotando a criatividade deles. No momento de ócio a criança se descobre.

9) Elogio x reconhecimento: reconhecer o esforço é muito melhor do que elogiar. Criança que é elogiada gratuitamente não se arisca, não se frustra e os pais acabam perdendo a credibilidade.

10) Embates: sem embates as crianças não crescem. O melhor lugar para treinar é em casa. Temos que ter muita paciência.

11) Conversar com seu filho: ouvir, ouvir, ouvir, dar oportunidade para ele não responder se não quiser. Isso é uma conversa, diferente de um interrogatório interesseiro.

12) Limites: as crianças de hoje tem limites demais, quem não tem limites são os pais, que não abdicam de nada pelos filhos. Ex: levar um bebê num restaurante.

13) Excesso de proteção: o ideal é darmos um empurrãozinho e deixar que nossos filhos aprendam a avaliar os riscos. Os adolecentes de hoje não sabem avaliar os riscos pois sempre foram muito protegidos e não construíram este conhecimento.

14) Consumo: estamos vivendo a sociedade do consumo e do espetáculo, temos que ter e mostrar, o que nos torna um pouco idiotas. Não ceder as pressões do grupo, valorizar a individualidade. Ex: seu filho não precisa ir para a Disney porque os outros foram. Ele tem que entender que as pessoas viajam para lugares diferentes. Se não ensinarmos nossos filhos desde pequenos a resistir às pressões do grupo, quando eles forem adolecentes não terão forças para resistir a um grupo que lhes oferecer drogas, por exemplo.

15) Escolhas: para ensinar nossos filhos a escolher precisamos limitar o leque de possibilidades. Parece contraditório mas não é. Quando perguntamos se a criança quer ir ao clube ou ao restaurante ela vai ficar chateada por ter que abrir mão de uma das coisas, ou seja, ela sofre mais por perder a chance de fazer uma das duas coisas do que fica feliz por ter escolhido a outra. Na questão das escolhas menos é mais, quando tenho muita opção me sinto mais pressionado, quando tenho menos opção acabo tendo maior liberdade de escolha. Escolher é renunciar o que é muito difícil para uma criança. Eles não precisam passar por isso ainda.

Uma outra ajuda que podemos dar para ensinar nossos filhos a escolher é evitar o arrependimento antecipado. Não tem problema escolher errado desde que eles vivenciem o processo de escolha. O que não pode é desistir antes de vivenciar a escolha. Desta maneira ensinamos que escolher é um compromisso, que traz responsabilidade. Ex: um adolecente que entrou na faculdade e dois meses depois já quer trocar de curso.

Temos que bancar as escolhas para eles, até por volta dos 12-13 anos, quando já conseguem pensar melhor na própria vida.

16) Escola: a escola não lida com seu filho, ela lida com o aluno dela. Quanto menos você falar sobre a vida do seu filho no ambiente da sua casa melhor. O problema da escola deve ser resolvido na escola e o problema da família deve ser resolvido em casa.

17) Pertencer x participar: pertencer a um grupo é muito pesado, enquanto participar é leve, pois não precisamos nos moldar para estar dentro.

Precisamos ensinar a nossos filhos que eles não precisam estar inseridos no “enxame”. No enxame quando uma abelha se perde ela morre. A função de um enxame é se proteger de um predador. Não há troca, não há identidade própria.Para evitar que nossos filhos vivam no enxame:

– dar oportunidade para que nossos filhos se conheçam

– ter um projeto de vida (sucesso ligado a algo maior como por exemplo ajudar as pessoas, contribuir, ver o outro)

– ter raízes com o passado (trazer a tona tradições familiares, receitas de família, etc) e objetivos no futuro, desta maneira evitando que vivam no presente eterno

18) Competir x cooperar: o mais importante é ser o melhor que posso fazer versus o primeiro colocado. As escolas dão um caráter muito competitivo a tudo que fazem.

19) Perfeição: é importante que nossos filhos saibam que não somos perfeitos. Desta maneira eles ficam liberados para não serem perfeitos também, o que humaniza a relação pai-filho e faz com que eles consigam suprir suas próprias expectativas.

20) Presente x mimo: O melhor presente é algo que a gente faça por eles. Quando as crianças pedem algo de aniversário é uma encomenda, não um presente.

21) Peregrino x turista

Peregrino: quando faz uma viagem, presta atenção no trajeto. Busca algo que traga um sentido maior. Se insere no contexto, conversa com locais. Busca troca. Encontra alegria.

Turista: tem expectativas, nunca está satisfeito. Termina uma viagem pensando na próxima. O trajeto da viagem é uma perda de tempo, prefere ir de avião. Não tem interesse em se inserir no contexto, filma e tira fotos o tempo todo, vê tudo através de uma lente, sem vivenciar a viagem. Encontra prazer efêmero.

Ballman diz que hoje somos mais turistas do que peregrinos. Como pais não ouvimos o que os filhos tem para nos dizer, apenas o que nos interessa. Que filhos queremos deixar para o mundo: turistas ou peregrinos?

22) Castigo x sanção

Ex: meu filho foi mal na prova o castigo seria ficar uma semana sem ipad e a sanção seria ficar uma semana estudando mais para recuperar. Sanção é educativo, castigo é birra de pai. Usamos castigo quando perdemos a autoridade moral.

Uma criança de até 6 anos tem que ser impedida de desobedecer pois não vai entender uma sanção.Os adultos tem a capacidade de fazer antecipações, portanto se uma criança de até 6 anos desobedecer, a responsabilidade é do adulto.

Crianças com mais de 6 anos tem que ser sancionadas e não castigadas.

23) Birra dos filhos

É um processo que se retroalimenta, os filhos depois de 5 minutos de birra nem lembram mais o motivo da birra. Temos que fazer a criança sair da birra. Não podemos abandonar a criança na birra, pois ela não sabe sair.

24) Enfrentamento

Quando uma criança te enfrenta e você cai, significa que você perdeu a autoridade. Seja inteligente. Seja o adulto da relação.

25) Ritalina: hoje estima-se que existe 90% de diagnósticos errados de deficit de atenção e estas crianças estão sendo medicadas com ritalina, que causa dependência química e faz com que as crianças fiquem dopadas. Muito conveniente para as escolas, não é mesmo? Adolecentes estão traficando ritalina nas melhores escolas, para passar a noite em claro estudando e ficarem mais focados na semana de provas. Cuidado.

26) Mentira: até 6 anos mentira pode se confundir com imaginação.

27) Beijo: as crianças precisam dizer oi para quem chega e quem vai, mas não devem ser obrigadas a beijar e abraçar. O mesmo em relação a beijar e abraçar os pais.

Quando fomos perguntadas, no final da última sessão, sobre uma frase que para nós define a maternidade eu me adiantei e disse: “Para mim as mães querem muito acertar, mas não devem esquecer de curtir o papel de mãe!”

É isso, quem sabe um dia eu consiga digerir!

Beijo,

PS: Durante o curso aconteceu uma coisa bem engraçada. Estávamos fazendo terapia de família a cada 15 dias por causa das constantes brigas entre as crianças. Como os insights do curso cheguei na última sessão e perguntei para meus filhos: “O que vocês acham que poderíamos mudar no comportamento da mamãe e do papai para evitar estas brigas”? Meu mais velho (8) respondeu: “O melhor seria vocês deixarem a gente resolver sozinho!” Me senti uma tonta, afinal o que eu estava fazendo lá na terapia de família mesmo? Rsrs


Comentários :8

Comente

Concurso “O que fazer para meu filho comer bem?”

Por: Mayra A.

Fase final do Concurso: dez finalistas estarão disputando uma votação via facebook. Os 5 vencedores receberão exemplares do nosso livro.

Para votar é só acessar o nosso facebook!

Conheça os finalistas:

1) Biscoito 1,2,3 de Graziela Suman

“Queridas,
Amo vocês de paixão desde a 1ªvez que as conheci.
Recebo seus newsletter e sempre experimento. As receitas fazem o maior o sucesso!
Trabalho das 8h as 20h. Tenho 2 filhos (Luigi de 8 e Pietra de 5) e a facilidade dos ingredientes e modo de preparo me facinam!!!
Minha vida é outra depois que conheci Dedo de Moca!
Aliás, montei um caderno de receita para minha irmã caçula que acaba de casar. Coloquei fotos de nossa infância, e ela pirou!!! (Fiz com a Roberta do HEART TO HEART, e ela disse que conhece vocês, né?)
Bom… vamos ao que lhes interessa.
Meus filhos tiveram aulas de culinária desde os 2 anos de idade, e por isso cozinhar com eles é uma imensa terapia! Um grande ato de amor e união.
Adoramos o Biscoito 1,2,3 porque esta receita é muito fácil de lembrar, e sempre tenho os ingredientes em casa. Além disso, botar a mao na massa é uma alegria só!
100 g de açúcar, 200 g de manteiga e 300 g de farinha. Amasse tudo até ficar homogêneo. Coloque para assar por 30min.
É só comer!!! Nossa preferência é acompanhar com chá, com chocolate quente, ou suco de melancia.
Beijos

2) Fofinhos de Cenoura com calda de morango e chocolate! de Priscila dos Santos Brito Souza

“Boa Noite Dedo de Moça!!
Meu filho Eduardo de 5 anos, gosta muito de uma receita que faço no café da manha dele se chama:
Fofinhos de Cenoura com calda de morango e chocolate!
1 pote de iogurte natural integral 170g
2 ovos
1 cenoura pequena picada
2 colheres (sopa) de manteiga  em temperatura ambiente
1 colher (sopa) de açucar
1 pitada de sal
1 xícara(chá) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de aveia em flocos
1 colher (sopa) de fermento em pó
Calda:
4 colheres(sopa) de achocolatado sem açucar
meia xícara de (chá) de suco de laranja
 Modo de preparo:
 Fofinhos:
 Bata no liquidificador todos os ingredientes até formar uma massa homogenea. Aqueça uma frigideira antiaderente , untada co manteiga ou óleo, e com auxilio de uma colher despeje pequenas porçoes de massa sem espalhar. Quando começar a forma furinhos na superficie, vire os fofinhos e deixe dourar do outro lado. Sirva-os acompanhados da calda reservada.
Calda
Em uma panela, coloque o achocolatado os morangos e o suco de laranja e leve ao fogo baixo, mexendo de vez em quando até obter uma calda leve . Retire do fogo e reserve
Boa apetite!!!!!
Obrigada por pensar em nossos pequenos com esse livro que tenho certeza que é maravilhoso!!”

3) Legumes com shoyu de Flavia Shirabe

“Meu filho adora receitinhas com shoyu e o preferido dele é o legumes com shoyu!
Ingredientes:
100 g de tirinhas de carne ou frango
1 cenoura
vargem
1 cebola
3 inhames
1/2 brocolis
1/2 acelga
azeite
 1 pitada sal
1 colher (cha) de acucar
3 colheres (sopa) de shoyu
 1 pacotinho de hondashi
1 colher (cha) oleo de gergelim
Todos os ingredientes cortados em cubos medios.
Frite a carne no azeite.
Acrescente a cenoura,vargem, cebola, inhame,brocolis e a acelga e tempere com um pouco de sal, o shoyu, acucar, o hondashi . Tampe a panela e deixe cozinhar por uns 10 minutos.
A acelga vai murchar e ficara mais facil mexer todos os ingredientes.
Verifique se a cenoura ja esta macia e apague o fogo.
Coloque o oleo de gergelim, misture e sirva com arroz branco.

4) Macarrão Integral com Molho de tomate e almondega de Laura Lima

“Olá, tudo bem?
Sou jornalista e voltei a trabalhar fora depois de 7 anos cuidando da minha filha querida, Luísa, que adora comer e por isso está um pouco acima do peso.
Claro que as opções saudáveis não estão no seu cardápio, então é uma luta diária.
Esse prato, que vou enviar a receita, é a versão mais leve de uma das coisas que ela mais gosta: macarrão. Aí vai:
Receita Macarrão Integral com Molho de tomate e almondega
Ingredientes:
Para o macarão
1 pacote de macarrão spaghetti integral
1 colher de chá de sal
Água
Para o molho:

2 kg de tomates bem maduros

1 cebola grande
2 dentes de alho
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de açúcar
Manjericão fresco a gosto
Azeite a gosto
Para as almondegas
500g de carne moída (eu uso patinho)
1 cebola
1 tomate pequeno
1 dente de alho
1 cenoura pequena ralada
1 colher de chá de sal
salsinha a gosto
pimenta do reino a gosto
Preparo:
Molho:
Corto os tomates em quatro e tiro só a parte branca e deixo as sementes coloco em uma panela grande com as cebolas, também cortadas em quatro e o alho fatiado. Rego com azeite e coloco o manjericão. Levo ao fogo baixo e deixo o tomate murchar até soltar todo o suco, mexendo de vez em quando para não grudar. Aí coloco o sal e o açúcar. Retiro do fogo. Está é a hora de levar ao liquidificador (se for de vidro, pode ser quente, se não tem que esperar esfriar um pouco). Retiro os alhos e as cebolas para não deixar o molho laranja. Bato até virar um suco e volto para panela, reservo.
Almondegas
Batos todos os temperos no liquidificador: cebola, alho, tomate (sem semente) e a salsinha. Nesta hora ralo a cenoura para deixar a almondega mais nutritiva (em nada vai alterar o sabor!). Misturo tudo a carne, acrescento sal e pimenta do reino. Moldo em pequenas bolinhas e coloco no molho que volta ao fogo para cozinhar.
Dica: mantenha sempre um pouco de água quente para acrescentar no molho, aos poucos para não aguar, para cozinhar por inteiro as almondegas.
Macarrão
Cozinho em bastante água só com sal (que coloco só depois que água ferve). Deixo por 10, 12 minutos, para cozinhar bem. Depois passo em uma colher de margarina.
Na hora de servir salpico um pouco de queijo ralado e rego com um pouco de azeite, minha filha adora, e eu fico feliz porque ela comeu uma massa integral, um molho natural e uma carne nutritiva. 😉 E, as vezes ela até me ajuda a fazer o jantar, uma verdadeira farra!
Obrigada,

5) Panqueca verde com recheio de abobrinha paulistinha e hamburguinho nutritivo feliz de Lara Paganini

“Oi pessoal do Dedo de Moça!
Acompanho vocês há algum tempo e confesso que adoro! Pego muitas dicas de receitas no site!
Eu amo cozinhar e acho que por consequência disso, meu filhote ama comer!rs Ele é uma criança muito fácil de alimentar, está sempre aberto a novos sabores e se não gosta de alguma coisa, eu não insisto, porque sei que come outra!
Na verdade, na verdade, a coisa que ele maaaais gosta de comer é brócolis! De qualquer maneira, só refogadinho no alho e azeite é seu preferido, mas de qualquer maneira que eu fizer e servir ele adora!
Tem duas coisas que ele pede muito, não sei se posso inscrever duas receitas, mas ai vão…: 1.Panqueca verde com recheio de abobrinha paulistinha  2.Hamburguinho nutritivo feliz
Envio as fotos anexas, (ah, eu adoro fotografar meus pratos!hihi)
PANQUECA VERDE COM RECHEIO DE ABOBRINHA PAULISTINHA
2013-04-17 19.32.59.jpg
MASSA PANQUECA
2 xic. farinha de trigo
2 xic. leite
3 ovos
sal a gosto
1 col de óleo
(até aqui massa básica)
1 xic de brócolis cozido (eu cozinho no vapor)
Bater tudo no liquidificador, untar uma panquequeira com pouco óleo ou margarina e fazer as panquecas como de costume.
RECHEIO
2 aboboras paulistinha picadas bem miuda
1 cebola picada
4 dentes de alho bem picadinho
sal
azeite
pimenta síria
queijo muçarela
Refogue a cebola e o alho no azeite, acrescente a abobrinha, tempere com sal e uma pitada de pimenta síria,e deixe no fogo baixo, ela ir refogando, com a panela tampada e mexendo de vez em quando. (SEM ACRESCENTAR ÁGUA . Ela vai refogando no próprio caldo e fica bem macia.
Montagem:
Sobre cada panqueca coloque uma fatia de muçarela e o refogadinho de abobrinha. Enrole e vá colocando num refratário. Cubra com molho de tomate e salpique parmesão ralado na hora. Leve ao forno por 30 minutos ou até gratinar.
 
HAMBURGUINHO NUTRITIVO FELIZ
hamburguinhoPedro.jpg
500g de carne moída
1 pacote de creme de cebola
1 cenoura raladinha
1 abobrinha raladinha
azeite para regar.
Para montagem no prato:
alface picadinho
cenoura raladinha
tomate
Misture bem todos os ingredientes, o aziete eu rego por último, ajuda dar uma liga! Modele com a mão hamburguinhos, não muito pequenos. Dica: forre uma assadeira com papel manteiga e va colocado-os lado a lado. Leve ao freezer e depois de durinhos guarde-os em saquinhos de congelar. Assim você pode tirar por unidade quando desejar usar.
Eu uso grill para grelhar os hamburgueres sem óleo. Você pode usar frigideira ou até mesmo assar.
Depois de pronto, coloque no prato e faça com o alface e cenoura cabelinhos, e utilize o tomate para cortar olhinhos e a boquinha com um sorrisinho feliz…fica divertido e as crianças adoram!”

6) Papinha de Mirtilo de Renata Sabbatini

“Papinha de Mirtilo
1/2 xícara de chá de mirtilo fresco
1 xícara de café de suco de uva integral
água suficiente para cobrir a fruta
1 colher de sopa de farelo de aveia
Numa panela, colocar os mirtilos, a água e o suco de uva no fogo alto, assim que ferver abaixar o fogo e semi tampar a panela, sempre de olho para não deixar o caldo secar antes da fruta estar pronto, se necessário coloque mais água aos poucos, quando a fruta começar a desmanchar, amasse com um garfo e coloque o farelo de aveia, mexa bem para dar uma engrossada e desligue o fogo.
Sirva fria
Minha filha Julia, adora essa papinha no meio da tarde!
Beijos”

7) Risoni de Abobrinha de Andrea Andreucci

“Adoro este blog, vcs unem simplicidade com sofisticação.
Segue uma das receitas favoritas dos meus filhos: risoni de abobrinha.
Ingredientes:
1 abobrinha ralada com casca
1 1/2 xícara de risoni ( uso o da barilla)
3 dentes de alho
1/2 cebola ralada
3 colheres de sopa de creme de leite fresco
3 colheres de azeite
3 raminhos de alecrim
sal a gosto
queijo parmesão ralado
Preparo
Ferva  meio litro de água. Enquanto isso, refogue dois dentes de alho e a cebola numa panela com azeite até que os temperos fiquem dourados. Acrescente o risoni e mexa bem. Adicione água quente até cobrir o risoni. Vá adicionando água aos poucos quando for necessário. Mexa sempre para não grudar.
Enquanto o risoni cozinha( mais ou menos 10 min), frite levemente numa frigideira grande, o terceiro dente de alho e acrescente a abobrinha. Acerte o sal e quando os legumes estiverem crocantes, coloque as folhinhas de alecrim.
Quando o risoni estiver al dente junte-o a abobrinha, mexa bem e adicione o creme de leite. desligue o fogo e sirva com queijo parmesão ralado.”

8) Salmão com 4 ervas de Nilton Sergio Capuano

“Minhas filhas adoram comer bem e se a comida não tiver boa a gente sente pelo que sobra no prato. De maneira geral elas comem de tudo, mas tem uma receita que inventei e fiz achando que elas não fossem curtir, mas percebi que adoraram e sempre pedem para que eu faça novamente.
SALMÃO A 4 ERVAS – uns dizem que salmão fica bom com ALECRIM, outros OREGANO, outros TOMILHO e ainda  quem adora com MANJERICÃO. Como síndico, fiz uma horta de temperos (mais de 20 tipos) e como tinha todos estes FRESCOS coletados diretamente da planta resolvi juntar todos em suas devidas proporção.
1) 1 FILE DE SALMÃO (MEIO PEIXE) – mais ou menos de 1 kg
2) 1 colher e MEIA de sopa, 5 ramos ou quantidade que seja distribuído uniformemente no peixe  de cada erva sem exageiro – TOMILHO, ALECRIM, ORÉGANO e MANJERICAO – retirar os galhos principais e com a mão mesmo picar ou retirar somente a erva para que não fique com a folha ou o ramo ou galho muito grande. Não precisa picar muito.
3) Boa quantidade de azeite (pouco menos que 1 Xícara)
4) 1 limão grande espremido.
5) 1 copo de vinho seco branco.
6) meia xícara de shoyo tradicional.
Distribua tudo isto em cima do peixe fazendo uma marinada – jogando de tempo em tempo por 1 hora com uma colher em cima do filé…se quiser misturar antes num recipiente e jogar no peixe também não tem segredo – é usar estes temperos, distribuir no peixe e molhar o peixe com o resíduo que fica na assadeira de tempo em tempo, Falá uns cortes mais profundos de 3 em 3 centímetros no peixe antes de colocar o tempero.
Embrulhe a assadeira com papel alumínio e deixe por 30 minutos em forno com fogo médio/baixo – após este tempo, tire do forno, retire o papel alumínio  regue novamente com tempero que está no fundo da assadeira e deixe por uns 10 minutos.
Ficou ótimo – pegou o realce de cada planta de maneira bem sutil e não o gosto de uma planta somente, pois foi distribuído 1/4 de temperos do que normalmente se usa quando temperamos com uma planta somente.
Pode servir com uma SALADA DE RUCULA E TOMATE ou, pra quem gosta de carboidrato, ARROZ BRANCO e BATATA SOTE.
E a manjerona e o DILL está quase próximo de serem colhidos.
quem sabe na proxima não faço um de 6 ERVAS.
ABRAÇO E BOM APETITE”

9) Shimeji da Julia de Carla Fanelli

“A Julia adora shimeji, como fazemos:
Lavamos e cortamos pequenininho, depois coloco na panela no fogo baixo com um pouquinho de manteiga, espero até ficar quase seco, prontinho, fica delicioso!
Um abraço mamãe Carla e Julia”

10) Suco de Frutas vermelhas da Anna Luiza

A receita favorita do meu filho é o suco de frutas vermelhas, conseguimos introduzir essa nova opção para substituir o Nescau do dia a dia, muito bom!
1/2 copo de água de coco
5 morangos (podem ser congelados)
uma porção de framboesa
uma porção de mirtilo
Coloque tudo no liquidificador e bata.  Para um efeito de smothie basta acrescentar 1/2 banana, bom demais!
Obrigada, estamos na torcida!

 

REGULAMENTO:

É com muito orgulho que publicamos nosso primeiro livro!!!

“O que fazer para meu filho comer bem?” é um livro com receitas brasileiras e dicas para alimentação de crianças, tudo num delicioso approach de mãe para mãe!

Resolvemos promover um concurso para vocês, nossos queridos leitores!

O concurso funciona assim:

1) Você envia a receita favorita do seu filho para participe@dedodemoca.net até o dia 09/05.

2) Em 10/05 iremos divulgar os dez finalistas e nossos leitores escolherão os cinco vencedores através de uma votação através do facebook da Dedo de Moça, que durará até o dia das mães, 12/05.

3) Em 13/05 divlugaremos os cinco vencedores, que receberão um exemplar do nosso livro.

E para vocês ficarem ainda com mais vontade, segue o sumário, com tudo o que vão encontrar no livro… Participem!

Veja aqui a lista de livrarias onde você já pode comprar nosso livro e fazer seu filho se alimentar mais e melhor.

Livraria FNAC

Livraria Cultura

Livraria da Vila – em breve

Editora DBA – em breve

 

 


Comentários :

Comente

Youtube – o risco

Por: Mayra A.

Este final de semana o Pedro (8 anos) convidou 3 amiguinhos para a festa do pijama.

Foi tudo como deveria ser: uma bagunça deliciosa! Guerra de almofadas, conversinhas até tarde, etc.

No dia seguinte os amigos foram embora e ele, sempre sincero, veio com a seguinte bomba: “Mamãe, a gente procurou umas coisas pornográficas no youtube… A gente digitou MULHER PELADA e também COMO FAZER SEXO…”

Eu fiquei passada, sem saber o que responder. Cheguei em casa e digitei estas duas coisas no youtube e quase caí para trás.

Resolvi então saber como restringir os conteúdos de busca no youtube e cheguei a uma super conclusão:

1) No ipad, iphone e etc, precisamos excluir o aplicativo do youtube, para que a criança acesse o youtube apenas pelo navegador safari. Dá para excluir ou então em configurações tem um ítem ativar restrições e aí simplesmente podemos escolher que a criança não pode acessar o youtube pelo app.

2) No navegador (safari, firefox, etc) tem uma opção, GRAÇAS A DEUS, de limitar o conteúdo pesquisado, no final da página do youtube, olhem abaixo.

Com isso ao digital as duas coisas que eles procuraram, não aparece nada pornográfico. Acho legal compartilharmos esta dica, não?

Beijo,

Screen Shot 2013-04-14 at 09.15.42


Comentários :14

Comente

Revista Crescer – 04/13

Por: Mayra A.


Comentários :

Comente

Para sua casa

Por: Equipe Mayra A.

banca site

Mini Banca  e Oficina de Frutas:

A principal ideia por trás da conceitual Mini Banca de Frutas é atrair as crianças pela curiosidade para que usem seus sentidos para uma nova experiência, incentivando de uma maneira lúdica o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis.
A Mini Banca pode ser contratada para ocasiões diversas como festas infantis e familiares, comemorações escolares e ações para empresas que tenham afinidade com a causa.

jogos site

Jogos Infantis:

O desafio do prato é um jogo de cartas que leva as crianças a aprenderem a se alimentar bem, brincando.
O que temos para hoje? é um cardápio interativo, magnético, que busca atrair as crianças para a escolha do cardápio semanal equilibrado.

aulas site

Aula de papinhas e comidinhas:

Aulas de 3 horas de duração cada uma, com uma de nossas chefs.

Cardápio Semanal equilibrado da criança:

Através de um questionário de hábitos e preferências respondido pelo cliente, a nutricionista Priscila Maximino, em parceria com a chef Mayra Abucham, elabora um cardápio semanal equilibrado para a criança. Receitas serão entregues em fichário.

Screen Shot 2013-09-02 at 13.42.16


Comentários :

Comente

Para sua empresa

Por: Equipe Mayra A.

empresa site

Desenvolvimento de projetos multiplataforma em alimentação consciente
Criação e curadoria de conteúdo
Palestras, aulas e workshops

Consutoria para escolas
Oficinas criativas para pais e filhos

Screen Shot 2013-09-02 at 13.42.16

Principais clientes e parceiros:

parceiros site

 

 

 


Comentários :

Comente

Na nossa cozinha

Por: Equipe Mayra A.

cozinha site
Aula de culinária:

SOB MEDIDA: A cliente define previamente as receitas que quer aprender e vem à nossa cozinha para passar horas gostosas e descontraídas cozinhando e conversando sobre a alimentação de seus filhos. Podemos incluir nesta ocasião uma aula de compras.

EM GRUPO: Aula demonstrativa de culinária, com receitas e dicas sobre alimentação infantil consciente. Temas sugeridos das aulas: MEU FILHO NÃO COME, MEU FILHO COME DEMAIS, O QUE DAR DE LANCHE.

degustacao malucaDegustação Maluca:

Em parceira com a cozinheira e pesquisadora da comida
Bia Goll, vamos apresentar para as crianças os 5 sabores, desta maneira ajudando a abrir o paladar dos pequenos, que finalizam a atividade criando seu próprio prato. Será uma iniciação divertida para seu pequeno gourmet!

Almoço e bate papo entre mães:

Durante um almoço leve na nossa cozinha, mães discutem seus casos de alimentação infantil e trocam experiências, com a mediação de Mayra e Priscila. Discutiremos perguntas que fazem parte do dia a dia das mães como “posso dar adoçante?” “criança faz dieta?” “quanto meu filho precisa comer?” “quanto doce meu filho pode comer?” “qual a importância nutricional de cada alimento?”

Venha conhecer a nossa cozinha, localizada numa charmosa casinha de vila em Pinheiros, SP 🙂

Screen Shot 2013-09-02 at 13.42.16


Comentários :

Comente