Revista Ícone – 08/13

Por: Equipe Mayra A.

Já falamos aqui do livro sobre alimentação infantil que escrevemos, né? Neste mês fomos entrevistadas pela Revista Ícone e o resultado ficou muito legal. Leia abaixo, na íntegra, a entrevista ou clique aqui.

Por que escrever sobre culinária para crianças? 

Já atendemos mais de 300 famílias em domicílio e percebemos que as pessoas repensam a própria alimentação quando têm filhos, pois querem oferecer opções saudáveis e um bom exemplo. Percebemos também que não haviam muitos livros brasileiros que abordassem o tema e, como temos nossa experiência como mães e cozinheiras, achamos que tínhamos história pra contar.

Como ajudar as crianças a desenvolverem bons hábitos alimentares?

A melhor maneira é oferecer alimentos saudáveis, dar o exemplo, comer com os filhos sempre que possível, ter paciência e saber que hábitos saudáveis se constroem no decorrer de uma vida, não é algo que traz resultados imediatos.

O que fazer quando eles se recusam a comer?

Se o seu filho está crescendo bem e não tem deficiências nutricionais não há motivo para se preocupar. É preferível que seu filho coma menos do que seja forçado a comer e este momento da refeição se torne um martírio.

Qual a principal queixa dos pais em relação à alimentação das crianças?

Os pais dizem que os filhos comem pouco, mas muitas vezes o problema está na expectativa dos pais ou, então, em alimentos sabotadores que são dados antes das refeições.

Qual a dificuldade das crianças em aceitarem determinados alimentos? Como mudar isso?

Basicamente, cabe aos pais insistir e ter paciência. Normalmente a criança leva muitas tentativas para aceitar um alimento novo.

Cardápios semanais podem ajudar de que maneira na alimentação das crianças?

Eles ajudam a organizar a alimentação da casa como um todo e permitem maior variação dos pratos já que, sem programação, as pessoas costumam fazer sempre as mesmas coisas.

Em quais alimentos os pais devem investir?

O ideal é apresentar o maior número de alimentos possível durante os primeiros anos para expor a criança a diferentes sabores e desenvolver o paladar.

Quais evitar?

Mel é um alimento desaconselhado antes da criança completar 1 ano de idade devido ao risco de estar contaminado pela bactéria que causa o botulismo. O mesmo vale para os embutidos e as conservas. Leite de vaca comum também é desaconselhado para crianças nessa faixa etária. Ovos são potencialmente alergênicos, por isso, apenas por volta dos 6 meses de idade introduza 1/4 de gema bem cozida no cardápio do bebê e depois vá aumentando gradualmente a quantidade até chegar a 1 gema, três vezes por semana. A clara deve ser introduzida mais tarde, entre 7 e 9 meses. Fique atento ao introduzir alimentos ácidos como tomate, por exemplo, que podem provocar assaduras. Alguns pediatras recomendam o consumo de peixes e frutos do mar após o primeiro ano de idade. Sugerimos oferecer à criança apenas um ingrediente novo por dia, dessa maneira será mais fácil identificar possíveis cólicas, alergias e indisposições. Em caso de dúvidas, consulte o pediatra do seu filho.

E aqui você pode conferir a receita do arroz carnavalesco que está no nosso livro “O que fazer para meu filho comer bem?”.

Arroz Carnavalesco

Ingredientes

1/4 de xícara (chá) de ervilha fresca

1 colher (sopa) de manteiga (pode substituir por azeite ou óleo de canola)

1 colher (sopa) de cebola em cubos pequenos

2 ovos

1 colher (café) de azeite de olíva extravirgem

1/2 xícara (chá) de presunto em cubos pequenos

2 colheres (sopa) de cebolinha fresca picada

2 xícaras (chá) de arroz integral cozido (aproximadamente 1 xícara de arroz cru)

1 colher (sopa) de molho de soja light (shoyu)

Sal a gosto

 

Modo de Preparo

1. Cozinhe rapidamente as ervilhas no vapor ou, se preferir, numa panela com água e sal. Retire-as da panela e despreze a água.

2. Passe-as na água fria para interromper o cozimento e manter um verde bonito. Reserve.

3. Numa frigideira ou panela grande, derreta a manteiga e refogue a cebola. Quebre os ovos e cozinhe-os como ovos mexidos numa frigideira com azeite. Corte para que fiquem em pedaços pequenos.

4. Junte o presunto, a cebolinha, a ervilha e o arroz e tempere com molho de soja e sal.

DICA

Os legumes coloridos fazem as crianças (e os adultos) comerem com os olhos. Aproveite! Prepare o arroz integral como de costume e reserve 2 xícaras para usar nessa receita.

 

Rendimento: 4 a 6 porções

Tempo de Preparo: 20 minutos

Dificuldade: Fácil


Comentários :

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *