Arquivo mensais:setembro 2013

Dar comida X oferecer comida

Por: Mayra A.
bildeimagem: www.fdlreporter.com

Ando pensando muito sobre a alimentação infantil e tenho concluído que receitinhas gostosas, variadas e saudáveis ajudam muito, mas a parte comportamental da alimentação é o que mais influencia na rotina.

Eu mesma, com meus 4 filhos, sei o tamanho da paciência que temos que ter para, todos os dias, várias vezes por dia, “dar comida” para as crianças. Eu costumo brincar que as avós, tias, babás e etc, mesmo que ajudem na rotina das crianças, uma hora voltam para suas casas. Os pais não, nunca saem de folga! Rs

Nós temos razão para ficarmos cansados desta rotina alimentar, mas a principal razão do desgaste é que não conseguimos controlar o quanto os filhos comem.

Se conseguíssemos entender isso, de verdade, nossa vida seria muito mais fácil. Podemos sim preparar uma comida gostosa, determinar os horários das refeições e também o local delas, porém não podemos controlar a quantidade que nosso filho vai comer. Forçar só piora, e em casos extremos a criança pode inclusive passar mal.

Tendo isso dito, sugiro (não digo que consigo todas as vezes!) deixar o “fardo” de dar comida de lado e passar apenas a oferecer comida.

Enquanto oferecemos comida aos nossos filhos, nada melhor do que estarmos, nós mesmos, fazendo uma refeição junto com eles. Assim nós também nos distraímos com o nosso prato, conversamos sobre amenidades e paramos de olhar fixamente para o prato deles, para saber se estão comendo ou não, ou ainda pior, dando comida na boca deles, quando muitas vezes nem precisam mais de ajuda.

Eu gostaria muito de saber o feedback de quem tentar este approach!

Bom apetite!

min2
imagem: www.listplanit.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Comentários :4

Comente

Torta de tomate com queijo

Por: Mayra A.

Esta receita foi inspirada no site Dash and Bella, segue link original em inglês

earlygirltart3Receita e foto: http://dashandbella.blogspot.com.br

Ingredientes

MASSA:
2 ½ xícaras de farinha de trigo
150g de manteiga sem sal gelada picada
½ colher de sopa  de sal
1 ovo
3 colheres de sopa (45ml) de água (se necessário)
RECHEIO:
3/4 de xícara de queijo de cabra fresco ou cream cheese
1 ovo
2 colheres de chá de raspas de limão
1/3 xícara de creme de leite fresco
1 pitada de sal
12 tomates
azeite, vinagre balsâmico, sal e pimenta a gosto
1/3 xícara de salsinha picada

Modo de Fazer

Misture a farinha e os ovos. Coloque a manteiga em pedacinhos, aos poucos, até obter uma massa homogênea (se necessário coloque a água até a massa ficar lisa). Faça uma bolinha e reserve na geladeira.
Pré-aqueça o forno a 180° C.
Abra* a massa de torta sobre a forma.
Bata com um fouet o queijo, o ovo, as raspas de limão, o creme de leite e o sal, até ficar homogêneo. Espalhe uniformemente sobre a massa.
Com uma faca, faça um pequeno buraquinho na parte de cima de cada um dos tomates, em volta do centro.
Coloque os tomates sobre o recheio, pressionando até que encostem no fundo da forma. Tempere os tomates com sal e pimenta.
Preencha o buraquinho que fez nos tomates com um pouco de azeite e um pouco de vinagre balsâmico.
Asse até que os tomates murchem e o recheio fique dourado, cerca de 45 minutos.
Deixe esfriar por 20 minutos, polvilhe com salsinha picada e sirva!

 

 


Comentários :2

Comente

Meu filho não quer comer, e agora?

Por: Priscila Maximino
getty_rm_photo_of_toddler_crying_at_table_with_popcornimagem: www.webmd.com

É comum ouvir essa queixa vinda dos pais e muitos realmente ficam desesperados ao ver seus filhos recusando todo tipo de alimento. A apreensão é legítima, mas é bom saber que o apetite tende a diminuir dos 2 aos 6 anos de idade, período em que o ritmo de crescimento desacelera refletindo diretamente no apetite.

O pequeno começa a conhecer novos alimentos a partir dos 6 meses de idade, quando normalmente vai deixando o peito aos poucos e comendo novos alimentos.  Esta fase de transição do peito ou da mamadeira para os alimentos é um período muito crítico para os familiares e quem alimenta a criança. Nesta fase é super  importante que os pais ofereçam o mesmo alimento muitas vezes repetidas . Os  sabores e texturas variadas vão sendo incorporados ao hábito do bebê e  assim quando completar um ano de vida estará apto para comer o mesmo que o restante da família, com pequenas modificações.

Encontramos muitas sopas batidas, líquidas, sem cores e com sabor não identificado ! Por que acreditamos que bebês precisam de sopa líquida? Nãooo! Os bebês precisam ser estimulados a mastigarem e isso deve ser feito com pedaços de comida bem amassadinhos, sempre semi sólidos para que se caracterize a participação ativa da criança na refeição. Pode se oferecer um pratinho com as comidinhas separadas, a batata , carne moída, o arroz e feijão sim, porque essa dupla é ótima também para os bebês.

Não recomendamos a utilização de truques para enganar a criança e fazê-la engolir o que não gosta. Acreditamos que o correto é respeitar suas escolhas e a hora de parar de comer também. Acredite criança saudável come exatamente o que ela precisa!  Isso não quer dizer que você não possa dar uma forcinha, convidando os amiguinhos de seu filho para o lanche ou mudando de ambiente, como ir para a casa dos primos ou dos avós. Muitas mães contam que seus filhos comem alimentos na escola que recusam em casa. Isso é muito comum e acontece devido ao ambiente de socialização e à presença de outras crianças comendo

Outros fatores importantes são: realizar o máximo de vezes possível as refeições com toda a família reunida e em clima agradável. Além disso, procure oferecer sanduíches, tortas e bolos em formatos divertidos e coloridos. A participação dos pequenos na escolha e na confecção da comida também é muito estimulante e tem um poder educativo enorme.

 


Comentários :

Comente

Panqueca colorida

Por: Mayra A.

panqueca colorida

Receita do nosso livro “O que fazer para meu filho comer bem?”, foto Carol Milano

Ingredientes

250ml de leite integral
100g de farinha de trigo
10g de açúcar refinado
40g de manteiga derretida
1 ovo
1 beterraba cortada em cubos médios (pequena) ou 2 xícaras (chá)  de espinafre cozido ou 1 cenoura cortada em cubos médios (este ingrediente vai determinar a cor das panquecas)
Sal a gosto

Modo de Preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, colocando a manteiga derretida por último. Bata mais um pouquinho para a manteiga incorporar.
Em uma frigideira untada com manteiga faça as panquecas (tente não fazê-las muito grossas) em fogo médio.
Opções de recheios:
– Carne moída colorida: carne moída (patinho, acém, alcatra), cenoura ralada ou em cubinhos e queijo mussarela.
– Frango colorido: frango desfiado (sobrecoxa, peito), tomate, milho, cenoura e queijo mussarela.
– Primavera: legumes variados: espinafre, brócolis, abobrinha, cenoura, tomate, milho e queijo mussarela.

Sirva com molho de tomates frescos ou creme de espinafre (molho bechamel (branco) batido com espinafre).


Comentários :

Comente